Psych: Remake A.K.A. Cloudy… With a Chance of Improvement (8×3)

Se é para encerrar a série, então vamos encerrar com honras!! Engraçado olhar para trás, com a gente falando nesse mesmo bloguinho do medo da última temporada de Psych não ser tão boa, afinal a sétima não foi lá essas coisas. Ao que parece nenhum episódio será perdido dessa vez.

 Psych: Remake A.K.A. Cloudy... With a Chance of Improvement (8x3)

E ver Shawn bebê no tribunal com seu pai foi uma verdadeira homenagem: realmente Henry levou a sério essa coisa de ensinar tudo o que sabia ao filho.

Mas eu achava que teríamos um episódio em que a dupla de detetives psíquicos voltava no tempo – sim, eu gosto de uma viagem no tempo, me julguem – e então consertavam alguma coisa do passado. Ao invés disso os roteiristas colocaram nosso Shawn bem mais gordinho num caso antes da série existir e abusaram das diferenças entre passado e presente para nos arrancar umas risadas.

Ainda assim eu sofri de confusão em certos momentos, porque essa dupla do episódio ainda não tinha convencido ninguém do que era capaz.

Só que a confusão logo passava e eu ficava curiosa de novo sobre como aquele Shawn ainda inexperiente iria provar a inocência da moça, até porque eu já estava achando que a moça era culpada a aquela altura. Nada que um anel, uma tela verde e uma fita de vídeo-cassete não pudessem resolver para gente.

Esses moços do roteiro sabem mesmo usar dos recursos que tem, não é mesmo?

P.S. Jules dizendo que ela e Shawn nunca iam acontecer arrancou um sorriso de canto em você, não foi? Em mim, sim.

P.S. do P.S. Fiquei com a impressão de que o Woody era ainda mais estranho no passado…

P.S. do P.S. do P.S. Ray Wise é amor, gente!!!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

6 Comentários


  1. Simone este episódio é um REAL REMAKE, usaram o episódio da primeira temporada com a participação de Michael Weston – BBF de James Roday

    e ainda lançaram o jogo dos 7 erros pois o episódio como remake sofrei diversas modificações como o culpado que na primeira versão foi a moça que ninguém percebia a presença

    outra modificação foi a presença de Ray Wise como Juiz e sabemos que ele no mundo de Psych ele é Padre

    a terceira é a presença de Woody que não existia na primeira temporada

    a quarta modificação que percebi foi o motivo do Shawn ir ao tribunal, na primeira versão foi por causa da moto dele apreendida

    e deve ter outras diferenças mas só assistindo de novo as duas versões …. espetáculo que só Psych pode nos proporcionar 😀

    Responder

    1. Minina!! Você tem uma memória ABSURDA!!!

      Eu não lembro deste episódio, mas existe uma grande chance de que eu nem tenha assistido a ele; eu só fui ter Universal quando Psych estava no seu terceiro ano. Na época eu tentei assistir a todas as reprises no canal, mas não sei realmente o quanto eu assisti ou não da série.

      Uma pena, eu imagino que tenha sido muito mais legal para quem lembrava, humpf!

      Responder

  2. Não é apenas um remake qualquer. Psych acabou fazendo história na TV por ser a primeira série a refilmar um de seus próprios episódios. E a Cleide têm razão, eles usaram o 1×12 – Cloudy… With a Chance of Murder como base para esta refilmagem.

    Não à toa o título desse ficou “Remake a.k.a. Cloudy… With a Chance of Improvement”, que traduzido fica “Refilmagem ou Nublado… Com Chance de Melhoria”.

    Pessoalmente, achei que a melhoria ficou só no título. Foi divertido ver eles trazendo diversos atores que passaram pela série interpretando aqui outros papeis (caso do Ralph Macchio, Alan Ruck e Ray Wise). Mas o original é muito melhor e o personagem do Hornstock é muito melhor trabalhado.

    Recomendo fortemente que você reassista ao original, Simone. Seria até legal tu ver o original e em seguida, rever o remake pra ver o que mudaram e o que manteram. Uma experiência sem igual.

    Ainda assim, a temporada mantem uma regularidade que não víamos desde o sexto ano. Na palavra do pessoal de Psych, esta temporada final seria para os fãs, e nisso com certeza não pecaram.

    Responder

      1. Simone, se preferir, clica no meu nome aí que magicamente você será encaminhada para ver o episódio online, legendado e em HD. 😉

        Responder

Deixe uma resposta