NCIS: Enemies Foreign (08×08)

Eu realmente não gosto de Eli David. Dito isso, devo dizer que em alguns momentos eu realmente desejo que ele se dê mal.

O problema é que ele é pai de Ziva e, independentemente dele tê-la deixado para morrer, o sentimento dela por ele é o mesmo, é o de uma filha por seu pai, então vê-lo morrer – se é que foi isso que aconteceu – justamente nos EUA, justamente sobre sua proteção, não poderia ser mais injusto.

E não era o final que eu esperava para esta história. Não, eu não esperava que ele viesse em busca de perdão ou algo do tipo. Na verdade, antes de saber de sua aparição eu esperava outras coisas, como a disputa de Ziva e Liat (significado enorme para um nome tão curto), quem sabe um pouco de disputa Mossad x NCIS, mas não pela morte de um homem como Eli David com uma bomba.

A questão é que esse é um daqueles episódios que não terminaram e a gente sabe que os roteiristas de NCIS sabem conduzir episódios duplos como ninguém. Então não temos qualquer certeza quanto ao que acontecerá em seguida.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

3 Comentários


  1. sem palavras, vc disse o que tinha para ser comentado
    *.*
    estou roendo as unhas para ver a conclusão hoje …. ai GZuis !!!

    Responder

Deixe uma resposta