Criminal Minds: Inner Beauty (11×20)

Qual o momento para manter a fantasia e qual o momento para derrubá-la? Eu não saberia dizer, mas fico feliz de ver que Rossi sabe. Confesso que depois de anos acompanhando a série e sempre os vendo tentando não deixar o assassino confuso, poucas vezes eu vi o contrário dar tão certo: aqui e em outro episódio desta temporada com JJ.

Rossi na verdade teve vários momentos importantes neste episódio, que se iniciou e terminou com nosso agente fazendo “remendos”. Primeiro o vimos convivendo com seu neto, depois ele conseguindo sentar e conversar com a ex-esposa que havia escondido dele o fato de que ele tinha uma filha. Acho normal que ele primeiro tenha ficado magoado, com raiva até, por conta do segredo, e achei muito bom que JJ possa ter sido o anjo no ombro a lembrá-lo que não é fácil o quanto eles muitas vezes são consumidos por seu trabalho.

Criminal Minds Inner Beauty s11e20 11x20

E o caso da noite exigia muito de compreensão de todos: um homem preso na tentativa de trazer de volta a mulher que ele amava depois dela ter se suicidado e ele achar que isso foi por culpa sua. A sua noiva tinha uma doença que deformava seu rosto e ele acreditava que o mundo estaria preparado para recebê-la sem preconceitos.

Só que não foi isso que aconteceu e quando o episódio monstra o ataque de pânico que ela teve em um passeio no parque é impossível achar que alguma coisa neste caso foi justa.

O noivo sequestra garotas parecidas com ela e deforma seus rostos na tentativa de torná-las o amor que perdeu.

O time vai juntando as peças da investigação enquanto vemos como Danielle, a última sequestrada, tenta sobreviver, tenta fugir, tenta resistir. A cena final, com Rossi sendo firme o bastante para mostrar ao rapaz que Sarah, sua noiva, não era aquela garota e, depois, quando vemos que Danielle já quase não reconhecia a si mesma foi bem pesada para mim.

E mexeu também com Rossi, que resolveu procurar a ex-mulher e decretar a paz.

Acho que na verdade não existia muito mais a se fazer quanto a história deles dois e da ausência de Rossi na vida da menina, mas queria deixar claro que jamais concordaria com a decisão dela, primeiro porque jamais saberemos de verdade qual seria a reação de Rossi, apesar do que JJ disse, segundo porque eu não consigo imaginar Rossi sem ser um grande pai.

P.S. Confesso que não me acostumei ainda com a saída do Derek. Ou seria impressão minha de que Garcia não é mais a mesma?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Acompanho desde dos tempos do Gideon e este foi um dos episodios mais pertubadores da serie, temporada excelente. Bem que seria bem vindo mais episodios com a Prentiss…

    Responder

  2. Pois é quem vai substituir o Derek é pseudo ator Adam Rodriguez? Na minha opinião foi uma escolha muito duvidosa.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *