Lipstick Jungle: Take The High Road (01×06)

Garçom: Posso anotar seu pedido?
Wendy: Scotch, por favor.
Waiter: Buchanan?
Wendy: Com certeza.
Waiter: Single malte?
Wendy: SIm, por que não?
Waiter: 15 ano? 20 anos? Você prefere algo mais leve ou mais pronunciado?
Wendy: Você sabe… Eu acho que eu somente quero uma cerveja  – o Garçom vai perguntar alguma coisa…
Wendy: Qualquer cerveja! – Wendy olha como se pedisse ajuda para Kirby; que olha divertidamente de volta

Modo mulherzinha ON: Kirby que eu queria para mim!!! Gente, que moço mais fofo!! E não tô falando isso por causa das cenas quentes entre ele e Nico (que são quentes mesmo), mas essa carinha dele, o jeito dele olhar para Nico, o fato dele ir buscar um hamburguer com fritas… Ele cuida dela e que mulher não quer ser cuidada. – Modo mulherzinha OFF (mais ou menos né, afinal, estamos falando de Lipstick Jungle)

Eu achava que me identificaria mais com Wendy ao longo dos episódios, mas, cada dia mais, me identifico com Nico. Não não tenho um amante nem sou linda como ela, mas acho que entendo bem a carência que ela sente.

Mas ela bem merece umas broncas. A reação de Wendy foi exagerada, só que só foi assim porque ela não se abriu com sua “melhor amiga”. Em teoria seria justamente por ser uma situação delicada como essa que ela deveria se abrir, buscar pelo apoio das amigas. Wendy mesmo não percebe até onde sua mágoa é pelo que sua amiga está fazendo ou por não ter sabido antes.

Na casa de Wendy as coisas parecem ir se acertando. Thanks God os roteiristas fugiram (pelo menos por enquanto) do clichê dele descobrindo que Wendy acabou contando ao diretor que ele era seu marido. Ele até já arrumou um nova trilha para fazer e a melhora da auto-confiança teve efeito direto sob o relacionamento dos dois.

Momento fofo: Wendy encontrando o ursinho que a filha colocou em sua bolsa para que ela não se sentisse sozinha.

E Victory? Helloooo, alguém aí também acha que o Senhor Joe Bennet está por trás do investidor misterioso que está expandindo os negócios da estilista? Pior é que eu já assisti o episódio seguinte (não resisti) e agora não lembro se minha cena preferida, em que ela fala das ovelhas, foi nesse ou no próximo. ENtão não vou entrar em detalhes. Me lembrem depois de falar melhor disso no review da finale.

Ih, verdade, season finale chegando… Só mais um episódio da primeira temporada curtinha e a nova temporada estreando nos EUA. Já baixei os dois primeiros episódios, mas ainda não assisti. Na semana que vem falo deles por aqui. Minha tristeza só foi saber que a audiência de Lipstick continua deixando a desejar e talvez eu fique sem essas três melhores amigas logo, logo.

Nas fotos abaixo um pouquinho do behind scenes do episódio, mostrando o diretor, Timothy Busfield, meu velho conhecido de Studio 60, seriado em que ele interpretava Cal Shanley. Preciso falar que bateu uma saudade imensa do meu seriado querido?

Músicas do Episódio:

“Wonders Never Cease” by Morcheeba
“Money” by Jesca Hoop
“Baby” by Zeep
“You’re Getting To Be A Habit With Me” by Jennifer Leigh Warren and Corky Hale

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

6 Comentários


  1. Oi, Simone.

    Adoro ler seus comentários apesar de não comentar…
    Vejo Lipstick jungle pela aula de make que ela é, pela Nico e seu namoradinho fofíssimo.
    A dublagem é péssima, né não??
    A Brooke Shields é uma mala assim como a Victory!!

    [Botãozinho totalmente apertado] Abraço

    Responder

  2. Oi babi,

    A parte de make nem se fala. EU fico besta em como elas estão linda.
    Não acho a Wendy tão mala não, mas prefiro a Nico.
    Eu assisto com tecla SAP acionada, não me atrevo a arriscar e ouvir as vozes que colocam nos atores…
    Comente mais, só para eu não achar que estou falando sozinha… rs

    Responder

  3. Amava Sudio’60, choro até hoje se falam na série.

    Você viu que tá já passando a segunda temporada LJ nos States? Coçando o dedo para não baixar, não sei se resistirei.
    Afff.

    Responder

  4. Não consigo mais ver a série, o livro mudoui minha forma de ver as personagens. Mas tenho duas coisas em comum com vc: o Kirby é um update ótimo do Mc Dreamy e a Nico é mais real, palpável e por isso causa mais empatia.

    Responder

  5. Estou adorando esta série. Quando for lançado,serei a primeira a comprar o DVD. Realmente, dublado não dá para aguentar. Que vozes horrorosas, simplesmente não combinam com as personagens.

    Responder

  6. Vocês não acham que a Brooke Shields está meio gorda, grandona demais, toda desajeitada para andar?

    Responder

Deixe uma resposta