Elementary: Hounded (4×16)

Quem tem O Cão dos Baskervilles como história favorita de Sherlock Homes põe a mão aqui!!!! Eu adoro e amei quando tivemos a versão “sob o efeito de drogas” que Sherlock ofereceu na segunda temporada e amei de novo aqui, quando Holmes acaba por descobrir uma versão tremendamente diferente do cachorro que pões medo nos herdeiros de uma rica família.

elementary-hounded-4x16-s04e16

A diferença das duas interpretações é que em Sherlock o clima “gótico” da história original foi mantido, até pelo cenário de interior da Inglaterra que as duas compartilham. Aqui a coisa foi mais “investigação de assassinato mesmo”, ainda que por boa parte do caminho o mistério sobre o que ou quem havia matado o primeiro herdeiro conseguiu manter o clima que eu precisava para aproveitar bastante o episódio.

Que foi absolutamente quebrado, e isso não foi ruim, quando descobrimos que a versão atualizada de nosso cão do inferno era uma robô que seguia sempre reto – ainda não sei como Sherlock conseguiu imaginar que ele cairia na piscina, mas ele foi tão certeiro!

Para quem conhece a história original não houve surpresa quanto ao desfecho: um herdeiro desconhecido dos demais que cria um bem elaborado plano para conseguir ficar com a herança. E eu amei o plano bem elaborado por Sherlock para descobrir a verdade.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Logo apareceu o documento caído do rapaz morto já deu um pulo !!! enfim uma versão do detetive de Conan Doyle sendo investigado pelo Sherlock em NY !!!

    Fiquei tocado pelo o Sherlock se dedicou em ajudar o médico legista, e nem teve toque da Watson neste assunto, partiu mesmo do nosso detetive em dar apoio.

    Responder

    1. Ai, esqueci de falar deles!!! Eu realmente achei que Sherlock foi muito legal, na verdade ele sabe ser um verdadeiro amigo sempre, né? Aquele em que você pode confiar, ainda que não pareça.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *