Scorpion: Once Bitten, Twice Die (1×18)

Doze episódios depois de True Colors. Sim, demorou, mas de novo vemos como Paige pode ser muito bem usada nas tramas que envolvem a equipe, não é mesmo? Eu simplesmente adorei ela desbancando aquela nariz empinado da equipe do governo – tá, não vou bater muito, afinal ela depois até baixou a crina e admitiu que Paige estava ajudando bastante.

Na verdade, Once Bitten, Twice Die colocou a equipe no meio de um conflito internacional e nunca o perfil de cada um dos membros da equipe foi tão importante. E nisso eu inclui o fato de Walter ser muito metido. E quase sempre ele se mete aonde não deve.

Scorpion Once Bitten Twice Die s01e18 Serpente e Walter

Desculpem se a cena do Walter caindo naquele tanque de serpentes era para ser tensa, mas eu ri demais. Sério, com quem mais uma bobeira dessa poderia acontecer? Não, o Sylvester jamais se enfiaria no teto do tanque e mesmo o Toby é mais esperto que isso.

Além de se meter aonde não devia, nosso “herói” ainda se usou como cobaia para tirar a dúvida entre uma cobra e outra – sério que o Sylvester não podia enviar uma foto da cobra pra eles? – e acabou com a vida nas mãos, ou corpo, de um furão. Pena não terem mostrado as cenas de perseguição ao furão!!!

Eu nem falei de Paige e Happy roubando um caminhão de tacos, né?

Mais um daqueles episódios cujos 40 minutos passam deliciosamente rápido porque você está se divertindo muito.

E, tchananã, teve romance: Happy definitivamente pegou Toby de surpresa com aquele beijão. Esperta a guria impedindo que ele falasse qualquer coisa que estragasse o momento, porque ele com certeza falaria.

Se não teve beijo entre o Walter e a Paige, bem, teve ele falando sobre o tal jantar que ele não teve coragem de convidá-la e, bem, teve o Wlater com cara de idiota no final. Cara de Idiota Apaixonado!

Scorpion Once Bitten Twice Die s01e18 Walter

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. Eu amo a Happy e o Toby, como casal; mas não consigo sentir o mesmo pelo Walter e a Paige. Entendo a função dela na série, porém se a Paige sumisse para mim não faria falta nenhuma, acho que não gosto da atriz rsssssss.

    Responder

Deixe uma resposta