Castle: I, Witness (7×13)

No domingo eu conversava com uma grande amiga: não é que essa história de Castle detetive particular fez com que a série ficasse toda nova? Olha, eu adoro mais tudo isso a cada episódio que vejo e por mim não voltaremos ao modelão anterior jamais.

Até porque continuamos tendo Beckett, e o fato de ser tudo fora das regras da delegacia os dois estão ótimos, Espo e Ryan.

I, Witness foi ainda mais gostoso porque foi vôo solo de Castle, ainda que a tal amiga só quisesse manipulá-lo, e porque o caso acabou sendo tão amarradinho que eu entendi perfeitamente quando ele primeiro acha que viu a moça sendo morta, depois achou que ela tinha manipulado tudo e depois que na verdade não era bem assim. Até porque, ao final, descobrimos que foi tudo isso.

Castle I, Witness 7x13 s07e13

Que dizer de Castle seguindo o assassino e acabando caído na floresta? E, ao final, quando ele faz todo aquele esquema no quadro do caso, procurando ligações entre os diversos personagens?

Só foi preciso olhar para a advogado e descobrir o que realmente estava acontecendo e perder qualquer restinho de pena pela amiga de Castle que acabou morta.

Arrasou Castle. E eu já desconfiava que ela não era boa coisa.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta