Grimm: Cry Luison (4×05)

Epa, e não é que nós brasileiros também temos um lobisomem para chamar de nosso: um Luison. Como podemos deduzir das explicações do Monroe, existem tantos tipos de lobisomens quanto raças de cães.

Claro, depois de sabermos disso foi super fácil desconfiar do marido atencioso dela, foi só preciso entender melhor como funcionavam as coisas cada vez que ele e seus irmãos gêmeos resolviam acabar. Ah, vai, eu achei ótima essa história de quadrigêmeos!!

A facilidade do caso da noite não foi à toa, e não impediu das coisas ficaram realmente tensas e deliciosas, já que não faltaram tramas paralelas no episódio: Trubel tentando evitar encrenca para o Nick depois de Bud dar com a língua nos dentes sobre a perda de poderes; Adalind sendo enganada no castelo, o retorno de Josh e os nazista wesen aterrorizando Monroe e Rosalee.

Sério, não faltam motivos para Juliette e Nick largarem de frescura a abraçarem logo a cura oferecida pela Elisabeth. Com a vantagem de Adalind e, provavelmente, a família real acharem que ele continua sem poderes.

MUITO ansiosa pelo próximo episódio!

Grimm: Cry Luison 4x05 s04e05 Monroe Rosalee

P.S. Sério, a história da Adalind me lembrou muito Alice No País das Maravilhas, uma viagem a base de muito LSD.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Também lembrei da Alice no País das Maravilhas quando assisti o que acontecia com Adalind.

    Responder

Deixe uma resposta