Revenge: Allegiance (3×19)

“Isso é sobre vingança”

Pelo menos Vitoria Grayson sabe disso, porque atualmente eu acho que a Emily esquece de seu objetivo inicial. Então, a descoberta de nossa rainha da frieza preferida era mais que necessária antes que eu ficasse irritada o bastante e desistisse até mesmo de terminar esta temporada.

Revenge Allegiance 3x19 s03e19 emily vitoria

Porque, quando Vitoria levantou a bola de que o ecologista de meia tigela – existe expressão mais moderna para isso? – eu não conseguia acreditar que a moça que planejou tudo tão bem por tantos anos, que foi capaz de apagar todas as suas pistas, menos a tal foto da festa, caiu como um patinho nessa. Não percebeu que estava fácil demais seguir os dois e ouvir tudo que ela queria?

Ah, sim, um ecologista de meia tigela descoberto em uma pesquisa no Google e Emily fazendo teatrinho com Jack para “ganhar sua confiança”? Nunca a considerei uma grande atriz, mas com esse roteiro também nem dá para fazer milagre.

Assim como a dupla Aiden e Nolan: como assim eles nem fingem se preocupar com alguém descobrindo o mesmo que eles? Olha, esse time perfeito está enferrujado demais para o meu gosto.

Ao contrário da maior parte das pessoas, pelo que li por aí, eu não achei esse um excelente episódio. A única parte realmente boa foi seu final, quando Vitoria mostra que não tem jeito e as coisas vão mudar por aqui porque agora ela sabe de boa parte da verdade.

Se os roteiristas querem que eu continue por aqui a próxima mudança é bastante simples: que Vitoria saiba de toda a verdade e que a briga corra a céu aberto.

Esse é um futuro que eu gostaria mesmo de ver, vocês também? Só não sei se eles terão coragem para tanto.

P.S. Além de coragem, será preciso que eles admitam que Revenge sobreviverá apenas mais uma temporada, afinal não dá para ir muito mais longe.

P.S. do P.S. Uma amiga lembrou algo bem importante: para quem começou a série como um alcoólatra quase assassino que fugia de um copo mais qu eo diabo da cruz, Daniel anda bem confortável de copo na mão, não é mesmo?

P.S. do P.S. do P.S. Não suporto o Javier. Mais alguém?

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Nolan piscando luzinhas. Adorei!

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Pascal, assassino a sangue frio. Quem diria!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta