Scandal: Everything’s Coming Up Mellie (3×7)

E eu falando que Revenge estava virando novela mexicana e mal sabia o que me esperava neste episódio de Scandal: estupro e uma volta inesperada dos mortos no cardápio da noite.

Scandal Everything’s Coming Up Mellie 3x7

Vou começar falando de Mellie, aquela que aprendemos a amar mesmo odiando e que acabou se destacando entre as caretas da Olivia Papo e a cara de choro de Quase-Kennedy: ninguém pode negar o quão determinada é essa moça do sul que, sim, deixou para trás parte de sua herança para abraçar a história do marido como sua e garantir que ele fosse tudo que ela queria que ele fosse.

E, junto com sua herança, enterrar bem enterrado o segredo de que um dia o odioso pai dele foi capaz de estuprá-la enquanto o marido dormia no quarto no segundo andar.

Eu nem sei dizer quantas coisas erradas tem nessa história toda: esconder de Fitz o que realmente aconteceu naquela noite e que o filho mais velho dele pode na verdade ser seu irmão – arghhhhh!!! – ou jogar na cara dele todos os sacríficios que ela fez por ele sem que ele tenha pedido.

Confesso, isso é algo tremendamente pessoal: tenho HORROR a pessoas que fazem as coisas que acham que são necessárias e que acham que outros querem que sejam feitas só para depois se fazer de vítima, cobrar o incobrável. Cada um que pegue o seu pedaço da responsabilidade e resolva o que quer fazer de sua vida, ela já é bem pesada cada um carregando a sua nas costas.

Então, para mim, conhecer esse pedaço do passado de Mellie não me fez gostar mais ou respeitar mais ou entender mais a personagem, ao contrário, fez com que ela perdesse vários pontos – melhor seria descobrir que isso era algo que ela queria muito e ela seria capaz de fazer qualquer coisa para obtê-lo, assumindo isso.

Falando da recém descoberta “zumbi” da série: mamãe Papo está viva, por algum motivo presa em um lugar de máxima segurança e papai Papo parece disposto a revelar a verdade, quem sabe ele também cansado de arcar com as consequências do que os outros resolvem fazer de suas vidas.

Curiosa para descobrir qual a justificativa será criada para tudo isso – até porque o Sony deu uma estragada básica no suspense nos mostrando na propaganda do próximo episódio que a doida quer ver sua filha.

Ah, sim, ainda teve a Quinn caindo como um patinho no plano de Charlie. Não entendo porque ela não conta tudo para o Huck de uma vez. Quer dizer, sei: como criar drama se a saída for tão simples?

P.S. Além do fato de me incomodar o “sacrifício não solicitado pelo bem alheio”, confesso odiar essa ideia de que uma mulher não possa ser simplesmente obstinada, mas uma vítima das circunstâncias que sobreviveu como pode.

P.S. do P.S. Cyrus do passado: eu ri.

P.S. do P.S. do P.S. Segredinho do marido da vice-presidente descoberto.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta