Bones: El Carnicero en el Coche (9×3)

As férias de Sweets não demoraram nada nada a chegar – ao contrário de Angela reclamando quase que uma temporada inteira – e nosso psicólogo resolveu ajudar crianças em um bairro problemático. Esse foi seu maior erro: bairro problemático = grande chance de assassinato = Booth o chamando de volta para o trabalho.

Bones: El Carnicero en el Coche (9x3)

Esse foi o grande mote do episódio, na verdade: qual é realmente o papel de Sweets na equipe? Ele é realmente necessário ou é apenas um amigo querido?

E os roteiristas, que não são bobos, sabem que nada melhor para mostrar a importância do moço do que colocar uma criança precisando de apoio e então colocam um menino primeiro como testemunha, mas a gente já sabia que não era só isso, e depois como responsável pela morte de um bandidão de gangue.

Então que ficamos com isso para dizer sobre o episódio, que não foi nem diferente, nem sensacional, nem com grandes sacadas ou grandes diálogos. Ao que parece Cam já superou a perda de tudo, mesmo que ninguém fale de como ela deu solução a isso, e ninguém lembra mais do que Pelant anda aprontando – nem mesmo Booth que deveria estar no encalço do moço para poder casar com o amor de sua vida.

Ah, sim, Angela sendo a responsável por identificar a localização dos bandido me dá paura – cadê equipe do FBI?

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. Simone, o Sweets é aquela pessoa que todo mundo precisa ter por perto. Ele ajuda a equipe nos casos, mas nos momentos difíceis ele é sempre o suporte de todo mundo. O Sweets foi muito importante para o crescimento da Brennan. Eu o vejo com o filho mais velho da Brennan e do Booth.

    Responder

Deixe uma resposta