Scandal: Snake in the Garden (2×17)

Prêmio de melhor personagem da noite vai para: Mellie! Gente, ela soltando a raiva e dizendo para o Fitz que os filhos não querem mais vê-lo e arrematando que ele cheira e bebida e ficou igual ao pai foi a melhor cena da noite! Daquelas que eu ficaria revendo várias vezes só pelo prazer de vê-lo desabando, perdendo toda a pose, ainda mais depois dele não ter hesitado um instante em dizer a ela o quão ruim ela é como mãe. Nossa, saboreei a resposta dela vagarosamente!

scandal Snake in the Garden 2x17 s02e17

Diga-se de passagem esse foi o episódio do pessoal pagar as dívidas: Hollis Doyle tem uma filha que, vou te dizer, nem ele merecia. Sim, eu sei, ele é um tremendo de um calhorda, mas ninguém merece uma filha ou filho que não pensa duas vezes antes de trocar a mãe por vinte milhões de dólares. Uma filha capaz de cortar a própria orelha para encenar o sequestro e que continua com o discurso de coitada. Tá, talvez ele até merecesse, mas a mãe não merecia.

Já o momento revelação: a gente acha que conhece o Jake e acontece o que? Ele é o traidor. Bom, o que esperar do cara que está traindo o grande amigo presidente, não é mesmo? Ele aproveita e fecha com chave de ouro e trai o país também. A Olívia Papo, ao que parece, tem dedo podre pra namorados.

Finalmente, das amizades: quem diria que Quinn e Huck teriam tamanha sintonia? Adorei demais a forma como eles se aproximaram e estou aqui na torcida para que eles ganhem mais tempo de tela só para me fazer feliz. E David, ao que parece, vai acabar virando gladiador, querendo ou não. Apesar de achar que ser gladiador não combina com ele, gosto tanto do personagem que se isso significar vê-lo muito mais, estou feliz.

P.S. Aquele momento em que você pensa que a mulher não sabe escolher marido: Gibbs, Fornell e Doyle? Sim, mais uma vez eu fazendo crossover involuntário.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. Continuando a assistir a Scandal, como um prazer perverso, hehehe! E, claro, para acompanhar suas resenhas! Desisti de Grey’s Anatomy, mas a Shonda continua me irritando com a mania que ela tem que colocar os personagens falando tão rápido que parece que nem respiram. E sempre as falas rápidas começam e terminam com a mesma frase (ou uma paráfrase dela). Ou seja, nada natural! Tirando essas chatices, eu bem estou me divertindo em ver como a Olivia é manipulável, ela, que se acha a sabichona!

    Responder

Deixe uma resposta