Revenge: Sabotage (2×11)

Quadrilha de Revenge: Padma que engana Nolan, que engana Aiden, que engana Helen, que engana Daniel, que também é enganado por Emily, que, no final das contas, também se engana bastante – não sabe se quer Aiden, não sabe se quer Daniel e também não resiste se ver o Jack.

Revenge: Sabotage (2x11)

E olha que a lista de enganados e enganadores vai longe ainda por aqui, dá a impressão de que todo mundo nessa cidade tem um plano escuso, uma segunda intenção. Padma, por exemplo, já havia me deixado de olhos abertos tem um tempinho, mas hoje ela brilhava traição, mesmo antes de Marco perceber que havia caído na armadilha da moça. A questão é que Marco também não é boa bisca, então aguardem o retorno do moço em breve com vingança de prato principal.

Agora, se eu já enxergo traição nas pistas de Padma, eu tenho certeza que Helen também enxerga algo mais em Emily. Não é possível que saibam tudinho sobre Aiden e não pesquem nada do passado em comum dos dois, não é mesmo?

Bom estrela da noite vai pra Victoria, quase arranca meio milhão do moço rico que odeia Conrad – cujo ator será eternamente amaldiçoado por ter trabalhado em Nip Tuck – e anida faz o moço ficar louco por ela e para aplicar numa companhia afundada aonde a Iniciativa queria que Daniel investisse. Sério, dá orgulho dela, verdadeira sobrevivente!

Ah, no lado chato da cidade Amanda compra uma arma, que não usa, mas que com certeza vai lhe trazer problemas, e acaba numa estranha aliança com Conrad – que trouxe a mala da Ashley de volta, pra minha tristeza.

Que será que vem agora?

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. Revenge é realmente viciante, milhares de clichês, mas seu ritmo alucinante não deixa a gente respirar!
    Cá entre nós, ficar em dúvida entre Daniel e Aiden! Só na ficção mesmo! Só aquele sotaque já dá de 1000 a 0 no sem graça do Daniel. Quanto ao Jack, é bonitinho, mas não é páreo para o britânico charmoso.
    E Nolan, cada vez mais sarcástico, é um dos melhores, se não o melhor personagem. Sua ironia chamando Aiden de 007, Mr. Bean., Thomas Crown é demais.
    E teve também o episódio que Daniel foi chamado de “o pequeno Simba”, sensacional.

    Responder

Deixe uma resposta