Grey’s Anatomy: Walking on a Dream (9×12)

Claro que nada pode ser 100% bom quando falamos de Grey’s Anatomy, obra maior da Shonda, não é mesmo?

Grey's Anatomy: Walking on a Dream (9x12)

Pois se o episódio anterior terminou com o grupo sobrevivente do acidente aéreo comemorando o recomeço e o dinheiro ganho, este é marcado pela corrida contra o fechamento do Seattle Grace, sem grana para pagar a indenização deles – o que torna ainda mais irônico o comentário de Bailey na sala de reuniões, ao saber que o pronto socorro do hospital poderá ser fechado e jogando na cara dos colegas que nem todo mundo tem tanta grana guardada. A questão é que estes médicos também não tem e podem nunca ver a cor dela.

A fim de garantir que o hospital não feche eles contratam a tal especialista em medicina e em números para avaliar os processos e identificar aonde os custos podem ser cortados. Ela aponta o dedo para o pronto socorro depois de identificar que ele é o mais sujeito a ineficiências, mas encerra sua visita lembrando a Richard, seu ex-professor, que ele é o funcionário mais caro quando analisamos custo-benefício. Mais uma porrada no homem que ainda está se recuperando da perda da esposa, não é não?

Ainda assim eu consegui achar que a coisa foi menos ruim do que poderia ser, lembrem-se de que estamos falando de Shonda, e que Derek e Owen foram os que se saíram melhor em frente ao drama, o primeiro mostrando sua competência, o segundo não deixando que ela se metesse mais do que poderia – e sendo o melhor amigo que Arizona poderia ter quando parece enfrentar mais um problema em sua recuperação.

Então deixo Arizona como terceiro destaque, ao identificar seu problema e deixar Callie de fora dele, consciente do quanto sua esposa precisava disso. Que bem que não deixaram que a coisa fosse longe demais e a cena dela pedindo a Alex que enfiasse o bisturi em sua prótese sempre ficará na minha lista de favoritas.

O destaque final vai para April, que não sabe que ajudou a nova namoradinha de Avery, que mostrou, novamente, que é uma das melhores professoras na turma de internos e residentes do Seattle Grace e ainda ganhou um paramédico bonitão de brinde.

P.S. Meredith e os hormônios da gravidez correm por fora como alívio cômico e ela ainda enfrentou o medo de voar. Go Girl!

P.S. do P.S. Ross fazendo besteiras e cortando órgãos me irritou muito, afff!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

3 Comentários

Deixe uma resposta