Bones: The Rocker in the Rinse Cycle e The Witch In The Wardrobe (05×19 e 05×20)

Pura loucura. Esse é o motivo de eu não ter falado sobre The Rocker in the Rinse Cycle na semana passada. Eu comecei o review, gravei e aí larguei. Quinta veio e eu publiquei o review de Law And Order Criminal Intent e… E esqueci completamente de Bones. Lembrei no final de semana – e não me façam explicar como lembrei porque eu também não sei. Prova de que minha cabeça não é mais a mesma, que alguns pobres neurônios já se mataram pelo caminho.

Avaliando com mais calma poderia ser pelo simples fato de que The Rocker In The Rinse Cycle nem foi tão bom – apesar do excelente começo com a caverinha girando na máquina de lavar – mas não é o caso, esta segunda metade da temporada tem sido bem boa.

Eu gostei bastante da trama de Cam e sua filha, a despeito da obviedade do que rolaria entre ela e o médico – os dois ficaram uma graça, não é? – porque simplesmente adoro a Cam e acho uma gracinha ela e Michelle juntas.

E teve Vaziri, meu pupilo preferido, sendo mais espontâneo e revelando mais sobre si e sobre o beisebol.

Ah, o caso? Ah, não foi grandes coisa não, mas teve Booth mostrando a gravata que ganhou da nova namorada, o tal contrato social que Brennan diz entender tão bem, mas do qual ela pouco entende, e o agente do FBI se revelando fã de rock acompanhado de Brennan sem noção no palco. Valeu né, minha gente?

The Witch in the Wardrobe foi irrepreensível: o típico episódio legal cheio de gente esquisita – tá, a referência só vai valer para os mais velhos e nem foi tão boa – que agrada do começo ao fim porque é a cara do seriado.

Meu marido, que normalmente nem presta atenção em Bones após me xingar por causa da nojeira do cadáver encontrado, ficou tão entretido que assistiu até o final. Poxa, teve bruxa, cara com cabelo caído, substâncias alucinógenas e Angela casando com Hodgins – Finally!!!

Um episódio super leve para aliviar, principalmente se considerarmos o que o próximo episódio nos prepara: o julgamento de Gravedigger.

Escrito por Simone Fernandes

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. me desculpe mas Bones tocando guitarra e cantando rock …… arghhhh
    nada haver :/

    que ela é sem noção estamos careca de saber massss Rock não é a praia dela
    tirando só isso o episódio foi agradável

    e a Cam e Michele são adoráveis, adoro os conflitos entre elas que sempre acabam tão bem
    e Vaziri com seus pensamentos e pontos de vista sobre religião e fé que deixa cada vez mais apaixadona por ele 🙂

    Finally ……………. casamentooooooo, até que em fim, o Hodges merecia essa aproximação com a Angela, foi a parte mais deliciosa do episódio

    Responder

    1. Eu gostei do Booth agindo como adolescente, mas nem discuto o fato de Bones + Guittara ao terem nada a ver.

      Adorei o casório!! Poxa, como demorou….

      Responder

Deixe uma resposta