Conhecendo uma fábrica verde

visita à fábrica verde da Coca-Cola em Maceió

Tem duas coisas que eu adoro nessa vida: aprender coisas novas e conhecer gente interessante. E eu posso afirmar que minha vida tem sido rica nos dois quesitos ao longo dos últimos anos.

Em 2011 eu fui convidada para fazer parte da plataforma Viva Positivamente da Coca-Cola (olha o selinho aí do lado, clique e dê uma passadinha por lá), que nada mais é que um agregador de conteúdo de gente que tem uma atitude positiva perante aos desafios da dia, que falam de sustentabilidade, saúde, educação de uma maneira leve, afinal a vida ganha mais cor se conseguirmos olhá-la procurando o bem.

Desde então tive a oportunidade de participar de vários pequenos encontros do grupo, olha a parte da gente interessante aí, e aprendido sobre estes assuntos. Já estive em encontros que falaram sobre atividade física, alimentação, cuidados com saúde, mas até este ano eu não tinha conseguido estar presente em nenhum dos grandes encontros anuais com gente do Brasil todo.

Neste ano o convite para a confraternização foi prontamente aceito, ainda mais porque com ele veio a oportunidade de conhecer um novo conceito: o da fábrica verde. A unidade da Coca-Cola na cidade de Maceió – que cidade mais linda! – foi inaugurada no ano de 2010 e desde a escolha de seu terreno, passando por sua construção, até a forma como sua produção acontece, foi pensado para não só ocasionar o mínimo de impacto ambiental como também buscando oferecer melhoria ao seu entorno, com a contratação de mão de obra local e a realização de obras.

A fábrica é linda – ah, esse sangue de formação industrial do SENAI nunca deixa nossas veias – e o pessoal de lá é muito, muito, simpático. Enquanto tivemos a oportunidade de conhecer a linha de produção, toda com máquinas de última geração, eles iam nos explicando cada uma das fases e respondendo àquelas perguntas que ás vezes eu acho que só eu sou capaz de fazer.

A foto aí de cima eu pedi ao fotógrafo da Coca-Cola que tirasse pra mim – as fotografias na área interna são proibidas – para que eu pudesse mostrar pelo menos um pedacinho da produção dos refrigerantes em garrafas de vidro retornáveis, que são as que consumimos aqui em casa já há alguns anos. Na planta de Maceió esta é a única máquina para garrafas de vidro, as demais são destinadas às garrafas PET.

Essa máquina aí trabalha de forma contínua em 3 turnos e contempla todas as fases da produção: da lavadora as garrafas passam pela checagem, sendo descartadas aquelas com irregularidades ou retornando para a lavadora aquelas com sujeiras, dali seguem para o enchimento e então são fechadas e encaminhadas para as caixas a espera dos caminhões que as levarão para as cidades da região Nordeste do país.

No caso da máquina para garrafas PET ao invés da lavadora encontramos um “tanque” em que os pedaços do polímero que faz a garrafa são derretidos e seguem para uma sopradora, aonde as garrafas já recebem seu formato. Sem interrupção elas seguem para serem enchidas e então fechadas.

As garrafas irregulares, de vidro ou PET, são encaminhadas para a reciclagem, sendo que as primeiras são feitas fora da planta da fábrica sendo apenas quebradas no local, enquanto as demais farão parte da matéria-prima que entra no “tanque” que citei acima.

Foram sem dúvida dois dias deliciosos fazendo duas das coisas que eu mais gosto na vida. Só posso agradecer pela oportunidade, não é mesmo?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

5 Comentários


  1. Simone, eu também adoro aproveitar as oportunidades que a vida nos dá para aprender, conhecer pessoas interessantes e ficar mais próxima das pessoas que já conhecemos.
    A visita à fábrica foi uma oportunidade maravilhosa que eu agradeço muito eu ter me permitido desfrutar dela.
    Adorei estar com você lá. Gostei muito do seu post.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *