The Blacklist: The Lindquist Concern (No. 105) (4×05)

Se há algo que eu aprendi nestes anos de The Blacklist é que Red não é pressionado. Ao que parece Liz não concorda comigo, ou ela tem algum déficit de aprendizado e a gente nem sabia – o que é aceitável, afinal sabemos quase nada da infância da moça, não é mesmo?

E isso ainda explicaria a tendência dela em confiar em quem não devia. Por mais que Tom tenha se redimido dos primeiros anos mentindo para ela, ela confiou cegamente quando ele mentia. E agora ela quer confiar em Alexander Kirk. Sim, conclui que ela quer que ele esteja dizendo a verdade, ela está desesperada por isso e aquela página de DNA parece ser o que basta para que ela deixe de lado todo o resto.

Que contém, de forma não conclusiva, sequestrá-la depois de ter causado um tiroteio no casamento dela, isso depois de ter passado vários episódios perseguindo-a e não poupando vítimas pelo caminho, depois tentar matar o marido dela e, finalmente, ficar com a filha dela enquanto ela fugia dele. Eu sei que Red não é lá uma pessoa muito muito sincera, mas sabemos que quando ele falou algo, ele pelo menos falava a verdade.

E se ele a colocou em perigo, não foi por estar atirando na direção dela.

Do outro lado, admito que Kirk tem sido o melhor adversário de Red desde a estreia da série. A armadilha que ele montou neste episódio foi perfeita, mérito do roteiro: nós todos achávamos, tínhamos certeza, que Red havia conseguido o que precisava, que ele havia emboscado o russo. Ao invés disso, bum, Red quase foi pelos ares.

Finalmente, falando de nosso criminoso da vez: eu realmente tive medo dele, acho que por conta da forma como ele se transformava em outra pessoa, sabem? Mas admito que ele não foi um dos melhores, talvez porque, como o anterior, ele tinha essa coisa mais de revolucionário maluco que de bandido mesmo.

Músicas do Episódio

Different Drum – The Stone Poneys

Time Is Running Out – Apollo 440

By the River – Stu Larsen

P.S. O que foi a namorada do Aram pedindo ajuda para a Samar?

P.S. do P.S. E já que falei da moça: quem já não confia nela e acha que ela é bem mais inteligente do que quer parecer e que provavelmente está usando Aram?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *