NCIS New Orleans: Radio Silence (2×17)

Quanto tempo demorou para que vocês desconfiassem da esposa do falecido capitão Grant? Foi no momento em que ela, conforme padrão, se mostrou solicita demais à equipe? Ou foi no momento em que Kayla pareceu mentir para Patton e nós sabíamos que ela não estaria envolvida na explosão, então ela devia ser o motivo dela?

Depois entendemos que Patton tem motivos bastante pessoais para defender a antiga namorada, mas um lado meu ficou bastante decepcionada por ela não ter sido sincera, ainda que isso significasse a solução bem mais rápida do caso, e por King não ter ficado bravo o bastante.

A verdade é que eu preferiria outra motivação para  morte que não uma esposa traída, fosse pela descoberta de que Brandon Pierce era o verdadeiro assassino, fosse porque a informação dada por ele com relação a operação que eles tiveram no Afeganistão tivesse deixado alguém com vontade de se vingar deles.

 

O restante do episódio foi dedicado ao aparecimento inesperado de Laurel para falar com seu pai. Eu imagino o quanto Pride se sentiu culpado, imaginando que teria empurrado sua filha na direção de uma carreira que ela nunca quis. Bons pais se sentem culpados a maior parte do tempo, na verdade.

Fiquei feliz que tenham encontrado um meio termo ao invés de termos uma crise familiar. Eu estou bem cansada de crises familiares para oficiais da polícia ou das forças armadas. Até porque acabamos tendo de decidir nosso futuro todo tão cedo, quando entramos para a faculdade. Talvez Laurel apenas precise de mais um tempo antes de mergulhar nas decisões sem volta da idade adulta.

Afinal, só aprendemos que elas tem volta e que podemos mudar de trajetória a qualquer tempo quando somos bem mais velhos…

P.S. Sim, Bakula é lindo, charmoso, canta e toca piano.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. Bakula é maravilhoso, meu segundo crush junto com Mark Harmon.

    Confesso que nunca fui com o córnio da filha do Pride, e agora entendi a razão, é que ela é a cara da atriz que fez a Lady Mary em Downton Abbey.

    Responder

Deixe uma resposta