NCIS: Rogue (14×01)

NCIS Rogue 14x01 s14e01 Nick Torres

Nick Torres é um cara solitário, que trabalhou tempo demais como agente disfarçado, se apaixonou pela pessoa errada – ainda que não seja dado foco nisso, fica claro que ele realmente estava gostando da moça filha de quem ele estava se aproximando como missão – e que parece um pouco esquentado. Ainda assim, ele tem todo aquele jeito latino de lidar com as coisas.

Em sua primeira aparição ele já teve um diálogo ótimo com Gibbs ao estar sentado em uma bomba, o que demonstra que algumas coisas não precisam de tempo, precisam ser certas desde o início.

Parece bastante inteligente, esperto mesmo – não é qualquer um que mantém a calma sentado em uma bomba e ainda usa isso como vantagem depois-, mas um tanto esquentadinho – lembrou-me da Ziva quando entrou para a equipe, mas na verdade ele me parece um Gibbs novinho.

Além disso tudo, sua irmã é uma advogada da JAG e isso vale como recomendação por proximidade. O fato de dar uma olhadinha em Patrick Labyorteaux como um promovido a capitão Bud Roberts aqueceu o coração dos fãs que eu sei.

Não sei vocês, mas já gostei dele e gostei de Gibbs deixar o distintivo na gaveta de sua futura mesa.

NCIS Rogue 14x01 s14e01

E, vejam vocês, ele acabou se juntando ao time totalmente sem querer, depois de Gibbs ter feito com que oito agentes desistissem da função, aposto que a maior parte deles deve ter chorado. Sim, antes do final do episódio Quinn havia percebido que ele era a pessoa ideal para o trabalho.

O que ela não tinha percebido é que Gibbs estava pensando é nela para a função. Interessante trazer alguém ao mesmo tempo mais experiente, afinal são anos de NCIS, e fora de forma, afinal são anos treinando agentes no FLETC, para contrabalancear com o time.

Eu sou mais o Torres que a Quinn, confesso, mas pelo menos não desgostei da moça a primeira vista.

Fornell está bem. Na realidade acho que ele está muito bem, apenas não quer largar de abusar do Gibbs. Como se estivesse descontando nele o fato de ter casado com a ex dele. Bom, os dois parecem um casal casado há décadas mesmo.

Gibbs que está sorrindo. Acho que o final da temporada passada, incluindo a opção de Dinozzo por cuidar da filha, lhe fez bem. Eu já estava meio cansada dele todo taciturno como ele andava.

P.S. McGee magro demais!! Chega a não parecer ele, gente!

P.S. do P.S. McGee na mesa do Dinozzo. Eu vou estranhar isso tanto quanto ele por uns bons episódios ainda.

P.S. do P.S. do P.S. Tá, admito, gostei de ver Quinn judiando da Bishop um pouquinho…

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. O melhor do episódio foi a Quinn judiando da Bishop por todo o episódio, e o McGee percebeu isso de boa \o/

    Que saudades de JAG, me alegrou por demais ver o Bud, ele foi um personagem incrível e teve um crescimento lindo na série principalmente pela sua superação pela perna amputada. Ainda fico na torcida de um dia o Harm aparecer em NCIS, aí sim vou no céu !!!

    Gostei por demais dos novos agentes, creio que teremos coisas incríveis na série.

    McGee me espanta de tão magro !

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *