Chicago Med: Soul Care (2×01)

As coisas foram agitadas na volta de Chicago Med e também tivemos muitas novidades, o que nos dá a esperança de que as dificuldades da primeira temporada – sim, o Ruivo e a Chata – possam ser resolvidos.

Tudo bem que eu ainda tenho que atender como a pessoa vai de Médico – ou advogado ou qualquer outra formação universitária – para atendente de café tão fácil, sem meio do caminho. Dessa vez foi a Reese que passou por isso, depois de perder a vaga de residência. Sorte que o doutor Charles foi em seu socorro e agora ela e ele formam a imbatível dupla da psiquiatria. Como eu gosto dos dois personagens achei a movimentação boa. Reese tem muito potencial como médica, mas peca pela inocência, falta de experiência de vida, sabe? Acho que o doutor Charles é a melhor pessoa para lhe ensinar estas coisas sem pisar na bola com ela.

Por exemplo, ela foi inocente em achar que tinha resolvido tudo só por descobrir que a menina não tinha vitiligo, mas uma dermatite. Ela resolveu apenas uma pequena parte do problema de uma garota que deve ter coisas bem mais sérias passando com ela para chegar ao ponto de tentar tirar sua vida por isso.

Chicago Med - Soul Care - 2x01 s02e01

Quem também tem parceiro novo é Rhodes, mas aqui a coisa não funcionou exatamente bem. Dr. Isidore Latham é o novo responsável pela cardiologia e, algo me diz, tem autismo. Posso estar enganada, mas as reações exageradas e a incapacidade de enxergar que fez algo errado ou violento me indicam isso. Nada contra isso, outras séries já mostraram isso, o problema é a forma: alguém que chegou tão longe em sua carreira já teve que trabalhar isso no passado e teria sido capaz de conversar com Rhodes depois do ocorrido.

Aposto que a explicação vem em um dos próximos episódios, então vou deixar isso aqui do lado para falarmos de novo, ok?

A coisa também não começou bem pro Ruivo: além de se ver obrigado a gastar uma pequena fortuna com o seguro médico depois da encrenca que arrumou na temporada passada com a paciente de câncer, e ainda vai ter de ver a Mala da Natalie de amorzinho com Jeff, o novo residente.

Diga-se de passagem, ela não demorou nada nada pra topar esticar a noite com o moço, não foi não?

Tivemos ainda um drama rapidinho com Choi e seu novo cargo de chefia da residência, mas não gastaram muito com isso, e April e sua doença. Sinceramente acho que estão fazendo isso com ela apenas para nos apegarmos à personagem – o estado dela não é grave e não é contagioso, não é como tuberculose fosse mortal como no passado – mas eu não consigo ligar muito.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Geeenteee …. que que foi aquele médico tendo ataque de pelanca no meio de uma cirurgia ? e foi além de ataque de pelanca pois ele tacou o bisturi para longe !!!

    Confesso que não fui com a cara desse Latham.

    E o pobre do Dr Charles de cadeira de rodas, que mala foi essa no meio do caminho !?

    Ahhh até que esse draminha do Choi foi um aprendizado para ele.

    April e sua tuberculose não engulo esse drama, e o irmão dela continua no hospital … afff

    Responder

  2. O chato do Will querendo dar lição de moral, falando em regras para o lindo do Jeff. Quem ele pensa que é? Afinal ele respondeu um processo na temporada passada.

    O dr Late, porque aquele chefe do Rodhes parecia mais um cão raivoso na sala de cirurgia, me deu medo.

    Reese e dr Charles, melhor casal da série.

    April e seu drama zzzzzzz irmão da April zzzzzzx

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *