Chicago PD: A Dead Kid, a Notebook, and a Lot of Maybes (3×07)

Chicago PD e seus episódios de tirar o fôlego. E de machucar o coração. Quando ele acaba eu só queria dar um abraço no Jay e no menino.

E, assim como o Ruzek, eu bem torci para o professor reagir a prisão.

Chicago PD A Dead Kid, a Notebook, and a Lot of Maybes 3x07 s03e07

Um episódio que mostrou que não é apenas o pessoal de Law&Order: SVU consegue lidar com algo tão espinhoso como o abuso de crianças por pessoas de confiança.

A tensão foi escalando a medida que a equipe ia descobrindo as coisas: o menino desaparecido, então seu diário, então o corpo do garoto ao lado de uma bomba, a descoberta de um amigo que poderia estar tramando tudo junto com ele e a descoberta de uma possível outra vítima do professor.

Quando o roteiro saca essa descoberta eu comecei a imaginar um adulto entrando em contato com eles e os usando para práticas terroristas, como já vimos acontecer em NCIS, quando a aposta de Voight se mostrou correta: o tal adulto foi colocado pelo professor em cena para assustá-los e evitar que a verdade sobre o que ele fazia.

Motivo adicional para achar o cara o verdadeiro canalha.

E, se lá em cima eu disse que queria muito dar um abraço em Jay e EJ ao final do episódio, foi quase impossível não chorar junto com aquela mãe que vinha fazendo de tudo para manter sua casa e acabou tão distante do próprio filho que nunca soube o que ele vinha passando até que fosse tarde demais para ajudá-lo.

Sim, o bandido foi preso, mas na verdade não tem final feliz para uma história assim.

P.S. Al e Michelle: quem pode criticar a decisão de Al? Primeiro porque a guria claramente precisa de um pai, segundo porque, aqui entre nós, o casamento dele estava longe de estar bem há muito tempo. Rejeitar a menina e talvez ainda perder o casamento? Pior: rejeitar a menina e descobrir que ela era realmente filha dele, como conviver com isso?

P.S. do P.S. Pena que os dois acabaram com a noite quente de Ruzek e Burgess…

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. fiquei só esperando a entrada da Olivia para ajudar o Hank … e aquecer meu coração shipper

    casos de abuso ninguém ganha, só perde …

    Responder

Deixe uma resposta