Person of Interest: Beta (3×21)

Harold não conseguiu ficar longe por mais de 24 horas e foi impossível não ver o tanto de peso que ele carrega nas costas depois das coisas terem chegado tão longe no episódio passado, com a máquina pedindo que eles matassem uma pessoa.

Para piorar ele foi obrigado a voltar para salvar a vida da pessoa que ele mais quis proteger esse tempo todo: Grace. Que prova de amor pode ser maior do que sair da vida de uma pessoa de forma tão definitiva para que ela continue viva?

Bom, isso serviu para mostrar, ainda, o poder do Samaritano: além de ter localizado a única pessoa capaz de fazer com que Harold saísse das sombras, ele deu muito trabalho para Reese, Shaw e Root, seguindo-os pela cidade e ainda garantiu um terrorista preso para que a Décima ganhasse a confiança de um senador. Definitivamente ele não brinca em serviço.

Agora a Décima tem Harold, mas Root conseguiu sequestrar sete dos servidores do Samaritano. Tudo indica que a guerra anunciada nos episódios passados será baseada em muita estratégia, praticamente um jogo de xadrez.

Só espero que a jogada que libertará Harold não demore a acontecer…

P.S. Root destruindo o sistema interno da delegacia: não tem preço.

P.S. do P.S. Tinha ganho um tanto de respeito o líder da Décima por manter Grace de olhos vendados, mas aí ele admitiu que o fez apenas para conseguir mais de Harold e eu voltei a odiá-lo. Tá, ódio também é um pouco demais, afinal precisamos admirar a determinação do cara.

Person of Interest Beta 3x21 s03e21 Harold Grace

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. é um amor o casal Grace&Harrold e formam um casal incrível na vida real

    a Root está arrasando …..

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *