Chicago PD: We Don’t Work Together Anymore (2×11)

Pontos extras pra Burgess. Já Lindsey definitivamente não soube lidar com a troca de equipe, de chefe, de jeito de trabalho. Só que preferiu ficar quieta mais um dia, já que, ao não ser mais da Inteligência ela pode aproveitar um pouco do Jay.

E quem sou eu para criticar a decisão dela, né?

Chicago PD: We Don't Work Together Anymore

E o engraçado é que Burgess poderia ter tido um péssimo episódio ao ser colocada atrás do balcão enquanto Platt ia para a rua com o Roman. No final das duas deram um show, a primeira quando rejeitou a oferta do Voight dando a única resposta possível, de que ela e Roman precisavam passar por cima do acontecido antes dela seguir em frente, enquanto Platt nos deu um gostinho de como ela trabalhava nas ruas.

Sei que um monte de gente torce o nariz para a Platt, mas eu a adoro, e fico na torcida por mais episódios com a sargento na rua.

Já Lindsey mal iniciou seu trabalho na nova equipe e já correu pedir a ajuda da Inteligência. Gente, eu sei que foi a maneira de manterem a moça a nossa vista e ainda explicar porque ela vai voltar para a equipe, mas eu jamais, JAMAIS, iria para um outro emprego, outra área e minha primeira atitude seria pedir a ajuda da equipe antiga.

Ao invés de se integrar com o pessoal novo ela acabou arrumando mais motivo ainda para a coisa não funcionar.

Aí, pra completar a torta de climão, ainda escreveram um roteiro que o novo chefe dela consegue só tomar decisões erradas. Ele não deu uma dentro.

Pela primeira vez eu estou aqui reclamando da forma como as coisas foram conduzidas em Chicago PD e pelo simples motivo: Lindsey nem deveria ter saído da equipe se era pra transformar isso num desastre.

P.S. Eu ri muito na hora de retirarem o tanque do carro.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

3 Comentários


  1. Concordo com tdo que vc disse. Muito cedo para a Lindsey pedir ajuda da antiga equipe, isso poderia acontecer mais adiante, foi desnecessário.
    Amor incondicional pela Platt. Love, love,love.

    Responder

  2. a Platt no começo era uma pessoa super chata mas depois daquele episódio em que ela pede ao Jay para ser seu par em um jantar com o pai dela eu fiquei mais simpática ao personagem

    tão bonitinho mas tão ordinário esse novo chefe da Lindsey !

    e realmente foi muito cedo esse trabalho com a trupe antiga e ela logo ver que não é bem a praia dela mas até serviu para assim a Burgess poder tomar a decisão … a Burgess e o Roman ainda nos dará boas surpresas

    Responder

    1. Eu sempre gostei dela, mas sou filha de espanhol, tenho tendência a me apegar aos rabugentos.

      Nojentinho, é isso que eu pensei desse chefe dela.

      Acho que a Burgess mostrou uma maturidade que eu não imaginava que a personagem tinha. Fiquei super feliz e acho que o Voight agora a respeita de verdade e quando ela vier para a equipe vai ser em posição diferente.

      Responder

Deixe uma resposta