Psych: A Touch of Sweevil (8×08)

Um episódio com maluquice nível 15 – e o Gus nem desmaiou – marcou a reta final de Psych com muito, MUITO, riso!

Psych 8x08 s08e08 touch of sweevil

Confesso que eu não sabia se eu ria mais do Shawn e sua interpretação de peixe fora da água, de Garth e Bernie e as discussões sobre o alcoolismo do fantasma, da cara de “aonde eu fui me enfiar” da nova detetive chefe Betsy ou dos olhos esbugalhados de Lassie – ao lado de sweevil no dicionário virá uma foto do Lassi de olhos arregalados, aposto!

E, na verdade, o com de eu dizer para vocês que eu não sei do que eu ri mais é porque foi um episódio tremendamente equilibrado aonde a gente pode sentir aquele gosto bom de ver todo mundo trabalhando junto – como esquecer Shawn, gus, Lassie, Betsy, Woody, Garth, Bernie e Hazel em volta da primeira vítima? Diga-se: quão linda a Nicole Brown arrasando como bruxa da vez?

Mas nada, NADA, nos prepararia para a revelação de que Beatsy é a versão feminina de Lassie. mais que isso, já que ela não tem um, mas duas Colts 1911 –  Belle Starr e Beatrix Kiddo, por favor.

Eu simplesmente adoro a Mira Sorvino e tenho adora suas participações em séries de TV, e dessa vez ela conseguiu ganhar os corações de todos que estavam prontos para rejeitá-la na esperança de que Jules pudesse voltar para os episódios finais.

Ah, e eu falei que sobrou referência para todo lado? Além de citar Ghost Hunters, Garth é o nome do moço de Ghost Faces em Supernatural, que também esteve aqui em uma citação disfarçada.

P.S. Suck it!

P.S. do P.S. Magic Head marcou presença, mas foi o abraço de Lassie que marcou o dia. Na verdade, como eu já falei, as caras de bocas de Lassie estavam todas impagáveis. Assim como suas frases de efeito – quase me acabei quando ele pediu que Betsy informasse o controle de tráfego aéreo para o caso de uma bruxa na vassoura.

P.S. do P.S. do P.S. Shawn confundindo os James Earl: sem preço.

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. O James Earl em questão falando que tinha deixado de usar os seus poderes e passado a usar somente a observação e a cara do Shawn: perfeito!

 

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

6 Comentários


  1. Esse é aquele tipo de episódio insano que lembra muito o estilão dos primeiros episódios da série: vamos jogar loucura na trama e o resto que se dane, com um toque de bom roteiro e diálogos rídiculos e funcionais.

    Incrível como esta temporada foi equilibrada… oito episódios e não sentimos o peso ou desgate em nenhum dos episódios. Talvez o remake não tenha funcionado 100%, mas ainda assim podemos incluí-lo no equilibrio que esta última temporada teve.

    P.S.: “Vamos nos unir, como uma versão triste dos Vingadores” – Shawn;
    P.S. 2: Como esquecer a cena dos flashbacks lá no comecinho do episódio, com o Shawn sofrendo e o Gus só arrumando a “mulher de seus sonhos”, segundo ele?
    P.S. 3: Eu NUNCA, NUNCA imaginaria ver o Lassie fazendo tudo o que fez neste episódio. Sem dúvidas, o abraço de mamilos no Shawn e a história da bruxa na vassoura foram intimidadoramente hilários!
    P.S. 4: Concordo contigo sobre a Mira Sorvino. Tinha tudo pra dar errado por ainda sentirmos a perda da Jules, mas a personagem foi tão, tão bem desenvolvida em apenas um episódio que até nos sentimos um pouco mais confortáveis com o futuro da SBPD. Menos Shawn e Gus.
    P. S. 5: Vale ressaltar, de novo, o excelente trabalho dos atores convidados. Todos eles estiveram ótimos em seus papéis malucos.
    P.S 6: “Suck it, Bernie”.
    P.S. 7: VOLTE A EXIBIR OS EPISÓDIOS COM DUBLAGEM, STUDIO UNIVERSAL!

    Responder

    1. Henrick pelo o que já conheço do Studio episódios dublados não acontece mais, fizeram uma parte dublada e agora só será legendada

      é uma pena pois a dublagem é ótima

      Responder

      1. Cleide, por incrível que pareça, o penúltimo episódio ontem foi DUBLADO! Uma pena que só soube agora, pois eu fui dormir por dois motivos: baita dor de cabeça e pra mim, o penúltimo episódio é o mais chato da série.

        Pelo menos foi exibido com a excelente dublagem… o que eu não entendo é a falta de critério do Studio nessa alternância de idiomas…

        Responder

  2. geeeente foi só eu que ficou imaginando mais um temporada todinha com o Lassie sendo o chefe e resolvendo crimes com o Shawn e Gus ? pois o episódio foi prova viva que a coisa rende muito ….

    e a Mira Sorvino foi um espetáculo, alias ela veio direto do front da 2nd Mass de Falling Skies com as pistolas para nos alegrar

    ainda me lembro do episódio piloto em que a “bitch” de Dr House fez a parceira do Lassie mas não agradou em nada, e logo no segundo episódio entrou a Jules conquistando todos os corações !

    Responder

    1. Você mostrou um excelente ponto que nem eu tinha imaginado, hahaha… com certeza renderia ainda muita história com Lassie comandando Shawn e Gus. “Shawn and Gus Truck Things Up” já tinha mostrado que seria hilário a convivência entre os três liderando o departamento de polícia, mas “A Touch of Sweevil” deu a segurança que precisávamos pra acreditar nisso ao apresentar a Mira Sorvino.

      Psych se sai tão bem em qualquer situação… desde que Shawn, Gus e Lassie estejam envolvidos. Não à toa estes três personagens são os ÚNICOS a participarem de TODOS os 121 episódios da série.

      Responder

Deixe uma resposta