Grey’s Anatomy: Do You Know? (10×17)

Uma amiga falou que a coisa ia piorar antes de melhorar e, olha, eu tenho que lhe dar razão. Quando você acha que Shonda vai começar a dar uma despedida digna para Cristina Yang, uma das melhores personagens de Grey’s Anatomy, ela me aparece com esse episódio em que qualquer opção de futuro de Cristina parece miserável.

greys anatomy 10x17 s10e17 cristinas choice a escolha de cristina

Sim, eu sei, Cristina precisa ter uma motivação para partir, porque essa é a única saída possível após a demissão da atriz, eu apenas continuo acreditando que isso é possível sem que ela perca sua identidade.

Cristina deixou Owen porque não enxergava um futuro possível para os dois, ainda que o amasse. Ela não planejou ficar com ele novamente, ela não lhe cobrou nada e ainda assim ele explicou porque ter uma mulher disposta a tudo que ele sempre sonhou não foi o bastante – porque no final das contas nenhum jogo está decidido até que ele esteja decidido e a gente só sabe o que é mais importante quando isso significa perder outra coisa também importante.

Ao invés de uma vida anulada ao lado dele, em que a besta do Ross ganha um prêmio importante, ou de uma vida vendo Owen se tornando uma bêbado, por que não uma vida em que ela continua com ele, mas não trabalha mais com ele? Ou por que não uma oportunidade única para fazê-la finalmente trocar de emprego? Ou, afff, por que ele não ficou com a namoradinha irritante mesmo?

Sei, não dá para esperar algo tão pouco dramático da rainha do drama, mas, como eu disse, ali em cima, eu simplesmente não posso ver alguém que foi capaz de vencer tanta coisa possa imaginar futuros tão perturbados só porque ela e o cara que ela ama não querem a mesma coisa.

P.S. Tá, a parte do paciente decidindo sobre os aparelhos foi uma ótima sacada e poderia ter gerado tanta história boa.

P.S. do P.S. Pobre Jackson, tanto faz a opção, ele perde.

P.S. do P.S. do P.S. Ainda assim eu adorei a cachorra que só gosta da Cristina.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

5 Comentários


  1. Este episódio só comprovou que a Cristina e o Owen não podem ficar juntos.

    Responder

    1. Por que na cabeça dela eles seriam infelizes, Camila? Não posso concordar menos. Mesmo que Cristina deixe o Owen eu não o vejo correndo para o alcoolismo, e mesmo que ela acabe cedendo e tendo um bebê, eu não a imagino abandonando a carreira.

      Aquilo ali foi viagem dramática da boa.

      Responder

      1. Simone , eu não concordo com a Cristina que filho atrapalharia a carreira, afinal muitas mulheres trabalham e cuidam da família, mas a Cristina não é esse tipo de mulher e por mais que o Owen falou que a Cristina seria suficiente, no fundo ele quer ter filhos. Esse tipo de impasse, qualquer “solução” deixaria os dois infelizes eu prefiro que eles terminem de uma vez por todas. Agora sobre o alcoolismo do Owen você tem razão, aquilo foi muito forçado!! Se agente levar em consideração que ele ficou um tempo na guerra e ele não mergulhou nas drogas, não seria uma separação com a Cristina que iria fazer isso.

        Responder

  2. Eu quase tive um TRECO, quase atirei o controle remoto na televisão antes de perceber que a primeira sequência era só um futuro alternativo.

    Responder

Deixe uma resposta