Castle: The Human Factor e Watershed (5×23 e 5×24)

Acabou a quinta temporada de Castle e, tirando minha irritação constante dos roteiristas em tentar pintar Castle como o “vilão” no relacionamento do casal principal – uma leitora comentou há dias que achava que os fãs não viam os defeitos de Beckett, eu acho que fica difícil mesmo de ver quando os roteiristas te conduzem desta forma -, eu a adorei do começo ao fim. Todos os episódios foram bons, dramáticos ou não.

Além disso ela se encerrou com um gancho que deve convencer todo mundo a convidar o tio Paul Torrent para dar uma passada em casa, já que a paciência com as trapalhadas da Sony anda bem reduzida.

Castle: The Human Factor 5x23 s05e23

The Human Factor foi mais um episódio a perder no comparativo ao ser exibido em dose dupla, coitado. E vamos combinar que ele não merecia isso: colocar Beckett e Castle enfrentando praticamente todas as forças do governo a fim de descobrir quem estava por trás da morte de um ativista político foi uma ótima sacada já que, mesmo um tanto clichê, isso deu uma renovada no panorama. Foi um tal de ter de driblar a falta de provas que a gente só podia se divertir muito com o que acontecia.

Tudo bem que ele não resistiu muito no suspense: eu achei muito óbvio que o culpado era o filho, talvez porque Elementary tinha apostado na mesma solução na mesma semana, talvez porque esse tenha exagerado demais na pose de “justiceiro” em sua conversa com Castle e Beckett.

Mas isso não tirou o brilho do episódio, ainda mais com aquele cena ótima de início com Castle e o tanque com câmera, os dois encarando aquele drone e, depois, Beckett usando o feitiço contra o feiticeiro ao assustar Castle com a “teoria da invasão das máquinas”. Adoro essa relação deles, da forma leve como seus lados opostos são colocados em conflito.

O que eu não gosto, nunca, é quando eles resolvem colocar a Beckett de biquinho achando que Castle não leva o relacionamento a sério. Por favor! Ele é um moleque, mas ele não tem mais como provar a ela que a ama! E o episódio se encerra justamente com ela pensando nisso ao receber a tal proposta de emprego na capital – olha o clichê de novo aqui – e não contando a verdade para ele.

castle Watershed 5x24 s05e24

E Watershed só não foi uma season finale melhor por conta desse climão todo. Eu amei a investigação, a verdade por trás da menina que parecia ter largado Harvard para virar prostituta ser uma hacker me pegou! Eu estava lá apostando que ela era alguma dessas doidas que resolvem encarnar um personagem para fazer seu trabalho de final de curso, sabem? Aquela trama já usada mil vezes antes. Não fosse a moça da “TI” falando sobre o IP…

Acho que se tivéssemos passado menos tempo no drama “o que será que Becket fará agora” e mais tempo na investigação teríamos sido mais felizes, até porque vocês sabem que eu não ligo muito para essa coisa de toda temporada ter de terminar com um super-grande-aflitivo-gancho.

Do outro lado, não fosse esse clima de suspense, talvez os roteiristas não tivessem insistido tanto em nos mostrar, e acho que mostrar para a própria Beckett, que talvez ela não seja tão infalível como é não fossem esses seus momentos com Castle que se iniciam com teorias absurdas, mas se encerram com praticamente uma lampadinha acendendo sobre suas cabeças.

No final o caso teve um encerramento muito bom, porque eles conseguiram provar que o tal político tinha matado não uma, mas duas garotas, e ficamos com o pedido de casamento no ar depois da dupla recorrer aos pais para conselhos. E eu xingava Martha mentalmente, mesmo adorando a personagem, porque ela repetiu a ladainha de que Castle não dá segurança a namorada. Gente, sou eu que não consigo enxergar esse tanto de feitos nele?

Poxa, Beckett esconde uma coisa importante dessa, ainda se atreve a falar que não era sobre eles, e eu ainda sou obrigada a ouvir alguém achando que ela tem razão em não se sentir segura? Humpf!

Bom, e é claro que o gancho perde boa parte do seu impacto já que eu duvido que ela deixa Castle na mão na próxima temporada. E vamos combinar que a série não é sobre Beckett fazendo sucesso na procuradoria geral enquanto Richard autografa seus novos livros, não é mesmo? O máximo que eu vejo é ela pedindo mais calma agora que ele fez o pedido – e eu vou querer dar em alguém por causa disso.

P.S. Por que ninguém chama Gonzalez, heim, Castle?

P.S. do P.S. Por que Esposito estava de gravata?

P.S. do P.S. do P.S. Sim, acredito firmemente que Beckett sem Castle não é tão eficiente assim.

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Achei muito legal ele ter escolhido o balanço para fazer o pedido!

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Mas eu preferiria que a ideia do casamento tivesse sido introduzida de forma muito diferente do que foi.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

12 Comentários


  1. Simone eu tento entender a Beckett, mas não dá! Ela se comporta como uma criança!!!!!!!! Não fiquei muito animado com o pedido do casamento por causa dela. Acho que ela precisa amadurecer muito para se casar com Castle. O que ela fez foi uma atitude lamentável escondendo do namorado dela uma proposta que pode afetar a vida dos dois e achando normal. Cansa ver o Castle sempre provar que a ama e que a relação deles é séria. Ainda mais com um pedido que iria acontecer naturalmente sem cobrança da Beckett.

    Responder

  2. Simone, eu também acho que a Beckett se comportou mal. Gente, o homem se dispôs a morrer com ela em uma explosão, procurou protegê-la daqueles que queriam matá-la porque ela estava fuçando a morte da mãe, passou quatro anos sinalizando o quanto ele mudou no comportamento mulherengo,ou seja, já provou mais de mil maneiras que a ama e ela ainda tem dúvidas???? Eu aceitava o pedido sem pestajenar, menina!!! Ele é um crianção? É! Mas maduro o suficiente para ser o homem da vida dela, sim!!!

    Responder

  3. Gosto muito do Castle, mas na minha opinião ele faz umas coisas
    ( mesmo sem querer), que concordo em deixar a kate com o pé atrás. Queria muito que a Sony já passasse a 6 temporada,pq muitas coisas vão se resolvendo, mas pelo jeito só ano que vem. Já que a Sony voltou a reprisar a 5 temporada desde do inicio.

    Responder

    1. Keila, não consigo ver isso nele. Ele é crianção, mas é sua personalidade, ele nunca teve receios ou fez coisas que não fossem pela Kate.

      Eu acho que vou assistir antes mesmo.

      Responder

  4. Oi ! Td bem?

    Vc vai fazer reviews de Castle depois que a Sony resolver passar no Brasil ( sabe-se lá em que ano, rs), ou vai fazer segundo a agenda americana?

    P:S: Já aconteceu tanta coisa nesta 6 temporada…..

    Responder

Deixe uma resposta