Defiance: Brothers in Arms (1×06)

O episódio mais fraquinho de Defiance até aqui, vamos combinar?

Defiance: Brothers in Arms (1x06)

Sei lá eu se o problema foi o amigo sem graça do Nolan ou a falta de interesse na trama do fugitivo e a briga da República e Voltans pelo bandidão ou, ainda, se o rápido término na relação de Nolan com a Kenya, nada me chamou realmente a atenção na trama. Não, nem o fato de que trouxeram o irmão de Quentin dos mortos para assombra-lo foi suficiente pra mim.

Dizem pro aí que o problema é o Nolan mesmo, mas eu até gosto do moço. Tô começando a achar que o problema é que a gente está super carente de uma série de ficção boa para caramba e Defiance vem se revelando apenas boa.

Nós ficamos aqui, loucos para muito idioma alienígena e tramas como a do piloto e eles nos entregam o dia a dia da cidade, Irisa não muito a fim de manter um relacionamento, Kenya terminando com Nolan porque não quer se envolver e ninguém fica satisfeito. Humpf.

P.S. Tá, para não dizer que não gostei de nada, fiquei curiosa de saber se nossa médica, que foi uma das minhas personagens favoritas no piloto e agora só faz ponta, tem mesmo um passado negro escondido.

P.S. do P.S. Só eu achei meio brega demais o moço da República seu casado do Neo de Matrix e o chapéu?

P.S. do P.S. do P.S. Tipo assim, a médica teve que tirar o tal “implante” do Datak pelo lado mais complicado?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário

Deixe uma resposta