The Following: Guilt (1×10)

Então, me contem: quem mais quer dar na cara da Claire? Sério? Se eu fosse o Ryan eu sumia no meio do mato com o Tyson, amigo muito legal que ele nos apresentou e que levou tiro tentando proteger aquela retardada que escolheu – ESCOLHEU! – entrar no carro do Roderick!

the following guilt 1x10 s01e10
Olha o Joe rindo da nossa cara…

Digo mais: eu torcia pelo Ryan, de coração. Mas parece que ele foi também mordido pelo mosquito da burrice, porque não se trata mais de incompetência, que ataca a todos em The Following: como assim descobrem que o time do mal já sabe da localização deles e fica de boa? Por que, por que, não liga pra pedir reforço? Por que não simplesmente pega o carro e somir dali com o Tyson e aquelas armas enormes? Alguém me explica porque eu juro que agora tô entendendo o povo falando mal da série: eu SOFRI neste episódio.

Sofri vendo os três perdidos dentro daquela casa, depois cada um correndo para um lado. Sofri sabendo que Tyson ia ser o único a se ferrar. Sofri quando eu vi a louca retardada burra da Claire correndo em direção do carro do Roderick e já imaginando que ela ia se entregar. Sofri vendo Ryan ao lado de Tyson no hospital.

E ri. Sim, porque tem hora que só rindo. O FBI sabe que eles sabem aonde a Claire está e faz o que? Ao invés de mandar SWAT ou o raio que os parta pra lá manda o Ryan de reforço. Só rindo. Ah, ri também ao descobrir que o único relacionamento sério do Ryan depois da Claire era mais uma seguidora. Oi Molly!

Mas a única risada gostosa foi quando o moço manda Ryan soltar a arma e ele sai com o “Você não vai me dizer que vai atirar nela, né?”.

Ah, enquanto o Ryan mostra porque é agente do FBI – tem de provar incompetência no processo seletivo, sabe como é? -,  coisa esquentou lá no Acampamento dos Come Sangue: senti climão entre Roderick e Joe, tem climão entre Jacob e Emma – ainda mais agora que o moço tá com o espírito do Paul encarnado nele. A questão agora é quem dá conta de quem no casal.

P.S. Tá, cena linda do Joe manipulando o Joey com a história dos smores. Meu coração ficou todo derretido. Devo ser trouxa também.

P.S. do P.S. Ah, o FBI FINALMENTE descobriu alguma coisa naquele site sinistro. Só não sei o que eles vão fazer com isso agora.

P.S. do P.S. do P.S. Queria ver Amanda dando aquelas informações importantes como seu signo e comida preferida pro agente do FBI, teria rido mais.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

6 Comentários


  1. Esse foi o último episódio de The Following que eu assisti. Não é que eu desisti da série (continuei baixando), só não tive mais vontade de ver.
    Eu sabia que matar o Paul não era bom negócio já que ele era o cara que me levava a ver semana após semana (vá entender!). E não é porque eu achava o seu personagem maravilhoso não, é só porque eu simpatizava com ele e, por consequência, queria saber onde ia dar a coisa toda. Com a morte dele (e a do Charlie um pouco antes), não tive mais ninguém com quem conectar e a vontade de ver logo o episódio também morreu.
    Resultado: ainda não vi os próximos episodios (e talvez só veja para tirar da consciência o peso e poder dizer que terminei a primeira temporada…mas só talvez).

    De resto, concordo totalmente com tudo o que você disse. Com exceção da cena da chatinha da Claire e do Roderick. Eu no lugar dela acho que já tinha mandado o FBI para as cucuias e ido atrás do ex-marido para poder estar próxima do filho há muito tempo. E depois resolveria o que fazer para me livrar dele.

    Só um adendo: Acho super certo o que o novo chefe no FBI tem feito e como tem tratado Ryan, afinal, Ryan é só um consultor e está envolvido demais com o próprio Joe para poder ficar tão por dentro de tudo. Na vida real eu daria parabéns a ele….mas na série, fazer isso tem dado maus resultados, porque a produção decidiu que só o Ryan pode e consegue ter algum efeito contra Joe e sua gangue do mal (isso quando não está enfiando os pés pelas mãos como todos os outros agentes do FBI, mas deixa quieto).

    Responder

    1. no quesito da fuga da Claire para junto do Joe concordo com a Mica, foram muitos erros cometidos pelo FBI e sendo mãe irá sempre fazer qualquer coisa para ficar junto do filho

      Responder

    2. Olha, se teu amor é o Paul eu te digo que nesse episódio ele aparece e, pelo desenrolar, deve aparecer em outros porque Jacob vê o moço em todo lugar.

      Eu ainda não perdi a vontade de assistir, mas confesso que o negócio está decaindo em velocidade alucinante.

      E você teve uma luz que eu não tive: com um FBI incompetente desse o negócio é cada um por si mesmo!

      Responder

  2. Eu tb fiquei c/ raiva da Claire neste episódio, mas só por uns instantes. Afinal, o que uma mãe não é capaz para ver o filho novamente.
    Mas a Claire ainda vai surpreender e muito. Não posso contar mais nada pq seria spoiler, mas os episódios finais são alucinantes.

    P:S: Ontem assiste o episódio final desta temporada. E já estou louca p/ assistir a 2 temporada!!!!!!!!!!!!

    Responder

    1. Ah, eu não perdou pelo aspecto mãe, mas agora que a Cleide e a Mica falaram: com um FBI desse é melhor mesmo tentar resolver as coisas por sua própria conta!

      Responder

Deixe uma resposta