Once Upon A Time: In The Name of the Brother (2×12)

E eu olhava o título do episódio e só consegui pensar no filme O brother, where art thou?, mas o filme continua invencível no quesito diversão e adaptação de mitos, melhor que Once Upon A Time – contam a favor George Clooney, trilha sonora de primeira e uma história baseada na Odisséia de Homero.

Once Upon A Time: In The Name of the Brother (2x12)

Só que, ao invés de uma aventura divertida pela busca de um irmão, o que acontece é que vamos conhecer o passado de Frankstein e, de novo, Once Upon a Time dá um jeitinho dos vilões não serem simples vilões, mas terem um passado com algum grande trauma ao perderem alguém importante. Dessa vez falamos do irmão aí do título, morto ao tentar fazer com que nosso amigo Frank siga o caminho correto e que ressuscita na vibe zumbi já conhecida – a mesma que Regina consegue para Daniel.

E sabemos disso porque ele conta sua história para Ruby enquanto todo mundo passa pelo dilema de decidir se matam ou não matam o tal estranho “estrangeiro” que chegou na cidade, já que ele teria visto Runpelscoiso usando magia. Olha, aqui entre nós, não entendi o motivo de tanto drama: qual a chance de alguém no mundo real acreditar em um cara que sofreu um acidente de carro, enfiando sua cabeça no volante, quando ele disser que viu uma bola de fogo colorida saindo da mão de um cara desconhecido de todos?

Zero? Menos cinco? Façam suas apostas, eu aqui do meu lado tenho certeza de que ele não traria problema nenhum e fico pensando que o pessoal do mundo encantado podia até não saber disso, mas Emma devia.

Questão é que o moço disse que não viu, mas em seguida liga pra namorada/noiva/esposa/ela e conta que viu. Questão é que o pessoal do roteiro deve explorar um tanto mais isso, só não sei como. Pior, com Emma fora da cidade ajudando Runpels desiludido a encontrar o filho, o moço vai ficar só com os personagens de livro por companhia. Tô achando que vai dar encrenca…

Ah, também teve Regina e Cora quase fazendo as pazes, depois desfazendo, depois fazendo de novo… E ambas com ideias nada boas na cabeça… Tô sentindo falta mesmo de um vilão de verdade nessa coisa.

P.S. E Bela esquecida? Pobre Runpels, agora que ela finalmente quebrou o menino, ops, a xícara, o moço ficou sem alternativas mágicas para resolver a questão e eu acho que vai ter de esforçar para reconquistá-la, mas, ao invés disso, ele vai dar uma viajada pelo país.

P.S. do P.S. Hoje, a partir das 21h, tem maratona de Once Upon A Time no canal Sony com a exibição dos episódios 08 a 12 desta temporada, não será exibido episódio inédito.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

5 Comentários


  1. …”Zero? Menos cinco? Façam suas apostas, eu aqui do meu lado tenho certeza de que ele não traria problema nenhum …”

    Calma que ainda a série vai chegar lá!

    Não gostei deste episódio. Minto. Gostei de 2 coisas, a parte que a Red fala p/ médico que comeu o namorado ( rs….), e o Rumple aparecendo colorido no mundo preto e branco do doutor!

    Responder

      1. Não sou boa pra aconselhar, já que tenho a maior dificuldade pra me desapegar de séries. Pelo menos até o fim da segunda temporada, continuo vendo. Adoro alguns atores, amo os figurinos… mas não sei se volto pra terceira.

        Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *