CSI:NY. : CLUE: SI (9×07)

Hummm e não é que este episódio foi bom minha gente!! Eu já estava até desacostumada com isso de ter um episódio bom de CSI:NY! Ou talvez seja o fato de que o episódio todo foi inspirado pelo meu jogo de tabuleiro preferido (tenho pelo menos três versões de Clue/Detetive).

CSI:NY. : CLUE (9×07)

Mac Taylor, na sala de estar, com o revólver.

Quando eu soube da inspiração para este episódio de CSI:NY é óbvio que eu fiquei curiosa, então foi um alívio não ficar decepcionada. E eu até demorei a pegar as referências, um tantinho antes de Mac somente, mas quando eu entendi fiquei muito curiosa para o que viria a seguir.

Sim, ficou bem óbvio que o criminoso da noite seria um paciente da tal psiquiatra, mas o desafio era conseguir descobrir as referências em cada caso – eu demorei a entender que o tal cabelo vermelho era para a senhora Pink – para depois soltar um riso gostoso quando Flack fala a frase aí de cima.

E eu achei a piada em volta do caso, e em volta dos olhos azuis da Lindsey, a altura de contrabalancear a chata história da doença do Mac. Fiquei com a impressão que fizeram tudo isso só pro moço finalmente dizer eu te amo pra Cristine e que agora é bem capaz dele ficar curado rapidinho.

P.S. Alguém me dá uma versão de mesa de Clue igual a deste episódio? Quem quiser mandar é só deixar comentário aqui que eu mando meu endereço pra entrega.

P.S. do P.S. Adoro a Tara Summers!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *