Hawaii Five-O: Popilikia (Misfortune) (3×04)

Hummm, tudo bem que Catherine virou personagem regular e que eu gosto demais dela com Steve, mas vamos combinar que é absolutamente absurdo o tanto de favores relacionados ao trabalho que esse moço pede para ela. Ela é quase um membro do Five-O já de tanto que trabalha pra ele.

Outro motivo para ficar com o é atrás: o que a mãe do Steve está aprontando? Foi um alívio imenso confirmar que ele também não caiu na história do “a arma disparou para o chão quando nós brigamos”, porque ela mente muito mal para uma ex-agente da CIA.

E o que sabemos e ele não sabe é que o único motivo dela ter reaparecido na vida dele nada tem a ver com saudades de mãe, mas com o tal filme escondido no chão da sala da casa – eu fiquei surpresa mesmo de ter algo ainda escondido por lá depois do tanto que Steve fuçou por lá no começo da série atrás de pistas sobre as atividades de seu pai.

Começo a temer que a mãe dele não seja a mocinha da história e que ela não estava exatamente fugindo de Wo-Fat esse tempo todo…

Agora, falando apenas do caso dessa noite: o que foi aquela cena do rapaz tendo sua cabeça cortada? Eu acho que todo mundo esperava que algo acontecesse com ele ali, afinal o tal papo da vidente não podia passar sem consequências, mas eu levei um susto e tanto quando a cabeça simplesmente saiu voando.

Tivemos então dupla virada: primeiro achando que a verdadeira vítima seria o filho do casal e que os criminosos queriam vingança porque ele um dia fugiu deles. Pra acabarmos de queixo caído ao descobrir que era o próprio rapaz que arquitetava sua vingança porque sua mãe um dia não quis pagar seu resgate.

Sério, eu não consigo me imaginar sendo a pessoa racional o bastante para sequer supor que eu não faria qualquer coisa para salvar o meu filho, mesmo que isso abrisse todos os precedentes do mundo, mas eu também não consigo imaginar o que esse moleque passou para arquitetar algo assim por esse motivo. Chega uma hora em que eu até questionei culpados e inocentes, quem tinha mais razão, mas acabei deixando pra lá: típica situação que só quem passa, sabe.

Pobre pai. Esposa morta, após tê-lo traído. Filho na cadeia. É, sem sombra de dúvida dinheiro não é tudo na vida…

P.S. Danno não acredita em fantasmas, mas acredita em videntes. Para mim funciona e para vocês?

P.S. do P.S. Muita vontade de experimentar os tais pãezinhos de coco, vocês também?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Simone, ou Doris tem alguma carta na manga para mostrar que é do bem ou foi comparsa do pai do Wo Fat (ou, como já especulamos, mãe do próprio Wo Fat). Se for alguma coisa parecida com a segunda hipótese, a decepção do Steve vai ser imensaaaaa! E não ele não vai contar para a irmã que a mãe está viva, não? Acho que é a que mais vai se sentir traída.

    Responder

    1. Nossa, eu tenho medo da Doris justamente por causa do efeito disso no Steve. Quem sabe esse povo ainda consiga nos surpreender e não destruir o coração do bonitão, né?

      Menina, verdade!! Como assim a mãe volta dos mortos e ninguém conta pra moça?

      Responder

Deixe uma resposta