Person Of Interest: Foe (01×08)

Lembro de alguém citar que Reese, e Person Of Interest como um todo, tem seu Q de James Bond. Pois nunca foi tão James Bond quanto neste episódio, em que a dupla de “amigos” acaba envolvida na trama de vingança de um ex-agente russo em busca de quem teria desertado, o traído e matado sua esposa.

A virada vem na descoberta de que ela ainda está viva e de que ele tem uma filha. Uma filha que acredita que ele tenha sido um herói. Um vilão que não é um vilão, ou que pelo menos acha que suas ações são justificadas por um bem maior. Algo mais James Bond que isso?

Em comparação com o episódio anterior… Não, não dá para comparar: esse foi um episódio e tanto. Que venham outros com a mesma qualidade.

P.S. Esse corredor de livros de Finch é verdadeiro sonho de consumo, não é mesmo?

P.S. do P.S. Reese não se chama Reese. Na verdade uma mulher escolheu seu nome… Uma mulher tão ou mais perigosa que ele. Uma ação que poderia não ser da CIA. Hummm, James Bond, né?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

3 Comentários


  1. Reese não é Reese? Eu vi e nem percebi quando falaram sobre isso!

    Amei o episódio.

    Eu que sou eu, tinha certeza que naquela arma não havia balas, como é que “Reese” não sabia? Huummm. Tudo só pra ter um final feliz!

    Responder

Deixe uma resposta