Monk: Mr Monk And The UFO e Mr Monk Is Someone Else (08×03 e 08×04)

É, às vezes, eu chego a pensar que Monk é um extra-terrestre (Natalie não deve ter certeza de que ele não é um até mesmo agora), mas como eu mesma me sinto uma extra-terrestres neste planeta, acho que isso nem chega a ser um problema. Problema só para Natalie, que devia estar com a cabeça nas nuvens quando aceitou fazer uma viagem de carro com o mais obssessivo ser-humano já visto.

Claro que as melhores cenas ficam para Monk tentando conseguir alguma coisa do grupo de fanáticos por discos voadores – vocês imaginam maios alguém se colocando como extra-terrestres apenas para conseguir pistas? Falando nisso: foram muito felizes ao escolherem os atores para fazer os fanáticos, não é?

Tirando isso não sobra muito para comentar. Não foi um grande episódio, mas eu me diverti mesmo assim.

Mr Monk Is Someone Else é um dos melhores episódios em todas as temporadas de Monk. Tony Shaloub teve uma excelente oportunidade de mostrar o quão bom ator é ao tomar lugar do assassino profissional DiPalma. A cena da imagem acima é especialmente interessante: a medidade que Monk vai trocando de roupa e mudando suas expressões faciais é fácil crer que uma nova pessoa está ali.

A coisa só fica um pouco mais difícil com o surgimento da linda Lola (ninguém menos que a escultural Kelly Carlson de Nip/Tuck) como a namorada de DiFranco. Monk vai do não entendimento ao pânico tentando se manter no papel e não acabar na cama com a garota.

Como assassino profissional Monk também não se sai tão mal: não sei do que gostei mais, das formas estranhas que ele quer usar para matar, ou suas reuniões com os bandidões dando uma de machão.

Ao contrário do episódio passado, eu adorei Mr Monk Is Someone Else: um episódio para Shaloub mostrar seu talento.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *