Life: Merit Badge (01×01)

LIFE

*Publicado originalmente em 07/10/2007 e também publicado no Teleséries

Uma noite o Alê (Poltrona.tv) me chamou no MSN e disse: “Si, baixa LIFE, eu achei o seriado muito bom, mas como ninguém tá falando nada eu quero ter certeza de que eu não tô viajando”, ou algo muito próximo disso.

Como o Alê sabe que gosto de policiais, eu achei que a indicação poderia ser boa e baixei… Mas larguei o seriado na minha máquina por semanas. Nesse interím até legenda em português saiu, coisa que não tinha na época que ele me indicou.

Bom, quinta eu resolvi assistir. E sexta eu assisti de novo. E já tô procurando pelo episódio dois na internet, e tô apaixonada pelo seriado. Por mais estranho que Charlie Crews possa parecer quando é olhado mais de perto… Mas ninguém é normal quando a câmera está tão perto assim.

Life começa quando Charlie Crews, interpretado pelo ótimo Damian Lewis (de Band Of Brothers e do telefilme Much Ado About Nothing), recomeça sua vida após 12 anos na cadeia por um triplo homícidio, que ele não cometeu.

Não preciso nem falar como foram esses doze anos, já que Charlie era um policial, isso mesmo. Ele apanhou, sofreu, foi torturado. Além de ter perdido sua esposa, seus amigos e sua mãe ter morrido enquanto ele estava preso.

As frases: “Vida foi sua sentença. Vida foi o que ele conseguiu de volta.” ganham mais significado que nunca, e são repetidas no início e fim do primeiro episódio pela advogada de Charlie, Constance.

Sim, alguns clichês estão lá: a nova parceira ex-viciada que não vai com a cara dele no início e depois acaba defendendo-o, o climinha entre ele e a advogada, a pose de bom moço, o fato dele ver coisas que os outros não vem. Mas tudo é entregue de maneira diferente, e Damian está fervendo no seriado. Eu sempre gostei do trabalho do ator, mas ele está sensacional aqui.

Charlie tem dinheiro, graças a um acordo devido ao fato de ter ido para cadeia injustamente, não precisa mais trabalhar, mas ele volta para a polícia. Ele tem um jeito esquisito, arrepiante até, que te deixa desconfortável em algumas cenas em que ele parece sair de si mesmo.

Mas, por mais esquisito que ele seja, você se apega a ele muito rapidamente. Quem sabe justamente por ele ser esquisito.

Em sua volta à polícia, ele e sua parceira, Danny, têm de procurar o assassino de um menino e, clichêêêê, Charlie praticamente resolve o crime sozinho. Primeiro descobrindo a bala do crime na barriga do cachorro do garoto, depois achando o dedo do traficante, que o cachorro arrancou, enterrado na terra. Ele ainda percebe que a mãe do menino esconde algo e consegue fazer o amigo de menino contar que um homem havia pedido dinheiro em troca de libertar o pai do menino da cadeia.

No final, libertador, Arthur, o assassino, deixa a sala de interrogatório rindo pelo fato de Charlie mandá-lo para a cadeia por quebra de condicional por um ano já que não existe nenhuma prova concreta sobre sua participação no assassinato. A risada acaba quando ele vê o pai do menino na mesma cadeia, enquanto Charlie grita em alto e bom som o que ele fez.

Ahh, destaque para as cenas que quebram o clima pesado: Charlie passou 12 anos em uma prisão de segurança máxima, então ele não sabe o que são celulares com camêras, o que são mensagens instantaneas ou mesmo o Google. E acompanhar a viagem que se torna descobrir tudo isso se torna divertidissímo.

Outra viagem será acompanhar Charlie em sua investigação privada do por quê armaram sua prisão, de quem estava envolvido, de que história maior e mais complicada é essa. Complicada como o próprio mapa montado na parede do quarto, com fotos, recortes de jornais e frases rabiscadas, indicam para a gente.  Sem esquecer da ótima trilha sonora.

Bom, eu estou aqui escrevendo e fico revendo as cenas do episódio e tenho vontade de falar de uma, e de outra, e mais outra. Mas esse review precisa acabar, então vá e assista LIFE, vale  muito a pena.

LIFE

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

16 Comentários


  1. Assisti o primeiro episódio só para conferir o Damian Lewis, de quem sou fã desde Band of Brothers, mas me apaixonei pelo Charlie Crews e vou continuar assistindo.

    Responder

  2. Não, o Ale não tá louco. Eu também gostei bastante do primeiro episódio. Personagens peculiares estão na moda e tomara que esse seja tão bem construído como os outros que a gente já conhece.

    Gostei também da fotografia da série e daqueles flashbacks. To baixando o segundo já.

    Responder

  3. Também me apaixonei por Life! Não sei porque essa série não teve mais divulgação… pratiamente ninguém estava dando a mínima pra série, e agora todo mundo que assistiu gosotu. Eu pelo menos ainda não vi ninguém falando mal.

    o segundo episodio também é ótimo! Estou cada mais apaixonada por Charlie Crews…

    Responder

  4. Bom, esse é um dos novos pilots q eu ainda nao vi, mais tO morrendo de vontade de ver, tinha desanimado um pouco por ter lido um review q nao falo coisa boada série, mais dpois do seu topico a series parece boa. entao logO vou ver o Pilot.

    Responder

  5. Life começou a ser exibida ontem pela Record, substituindo as reprises de Heroes.

    Segundas (ou melhor praticamente terça) as 00h00.

    Responder

  6. Fiquei interessada mas vou esperar a AXN. Dublado, com cortes e a meia noite é difícil de assistir.

    Responder

  7. Olá, Simone!
    Acompanho seu blog já há algum tempo mas nunca comentei…
    Eu tenho um blog: “As Aventuras de Tintim”, que fala tudo sobre a série, os álbuns e o filme, e gostaria de fazer uma parceria – na verdade uma troca de links.
    Se topar, passa lá e deixa um comment.
    Desde já agradeço, abs!

    http://asaventurasdetintin.blogspot.com

    Responder

  8. Eu sei que foi por isso que republicou o texto, mas esqueceu de mencionar os novos horários, na Record e no AXN.

    A Record por exemplo, quase não anunciou estréia. Portanto não deduza que o seu leitor ja sabe. Informe-o, aumentando assim a qualidade dos seus textos e afidelidade do leitor com seu blog.

    Responder

  9. ola este seriado é muito bom eu gostei do episodio do dia 29/09/08 que passou na record eu queria saber se alguem sabe o nome do escrito da frase do final do episodio desse dia só que naum acho a é eo nome do frase obrigado meu hot email é queijo_louco@hotmail.com

    Responder

  10. Olá Júnior,

    Precisaria entender melhor de que frase você fala. O episódio é Fartinghale. Tem review no site Teleséries (www.teleseries.com.br), veja se é a frase que eu cito lá.

    Responder

Deixe uma resposta