Cinema: Calmaria

Existem casos em que o trailer de um filme acaba por entregar os melhores momentos destes, o que com certeza causa bastante decepção aos espectadores.

Então parece interessante que um trailer guarde o bastante da trama principal para que você se surpreenda e ainda assim consiga despertar sua curiosidade.

Isso acontece com Calmaria, drama estrelado por Matthew McConaughey e Anne Hathaway, que chega aos cinemas nesta quinta, dia 28 de fevereiro, com distribuição Diamond Films: o trailer divulgado ao longo de 2018 nos revelava que Baker Dill (McConaughey) é envolvido em alguma trama obscura por uma sedutora Karen (Hathaway) que aparece em seu barco com uma proposta aparentemente irrecusável.

A sinopse revela um pouco mais: Baker leva sua vida a levar turista para pescar em seu barco ao lado de Duke (Djimon Hounsou, de Diamante de Sangue)  e Karen o abandonou anos antes, levando o filho dos dois com ela, e se casou com um rico empresário.

O problema é a que surpresa reservada pelo longa ao seus espectadores não é do tipo boa. O filme poderia ser dividido em dois, na verdade: uma primeira parte envolvente e com bastante suspense e uma segunda parte desconexa e mal desenvolvida. A sensação é de que é impossível que essas duas partes tenham sido escritas pela mesma pessoa.

Não ajuda o fato de que McCounaughey e Hathaway estão bem distantes de suas melhores atuações – principalmente ela – entregando um tom exagerado aos personagens. Que, confesso, até se explica quando o grande segredo do filme é revelado em sua segunda parte.

Baker Ainda consegue de alguma forma contar com nossa simpatia e torcida, principalmente nas cenas em que ele encara seu maior desafio: pescar um atum gigantesco a quem ele deu o nome de Justiça.

Sim, você imaginou corretamente: a luta de Baker para pegar “Justiça” será amarrada pelo roteiro ao favor que Karen pede a ele quando surge em seu barco – o moço de coração bom a despeito de ser rabugento, salvando a mocinha no final – e se isso não é indicativo o bastante de problemas, eu não sei o que pode ser.

Ainda assim, Jason Clarke, interpretando o milionário mau, ganha alguns pontos extras ao não rir quando cita suas falas ou nas cenas que divide com sua esposa – até porque pareceria que ele estaria rindo de nosso sofrimento. Não que as cenas de Karen com Baker sejam  muito melhores: eu gostaria muito de ter um buraco disponível para me enfiar quando ela seduz o ex em seu barco depois de conseguir manter-se seca andando em uma chuva torrencial.

Sim, Calmaria conta um uma virada completamente inesperada, o problema é que ela acaba por estragar o que foi construído até ali. E a história toda é tão rocambolesca que a única coisa que queremos é que Baker volte simplesmente a pescar seu peixe e brigar com os turistas em seu barco.

 

Dirigido por Steven Knight (Coisas Belas e Sujas) e produzido por Greg Shapiro (Era uma Vez em Nova York), Calmaria acompanha a história do capitão de um barco de pesca cujo passado misterioso está prestes a se chocar com a sua nova vida. Protagonizado pelos ganhadores do Oscar® Matthew McConaughey (Clube de Compra Dallas) e Anne Hathaway (Os Miseráveis), o suspense chega aos cinemas brasileiros em 28 de fevereiro, com distribuição da Diamond Films.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *