BULL estreia no A&E nesta quinta – 20 de Abril

O Dr. Phil McGraw se tornou conhecido ao participar do programa de Oprah Winfrey como consultor de comportamento. Seu trabalho gerou tanta curiosidade que ele acabou por ganhar seu próprio programa, acrescentando apresentador de TV ao currículo de psicólogo, escritor best-seller e consultor de de tribunais. Neste último ele assessora advogados na defesa de casos com base em psicologia – na verdade foi assim que ele conheceu Oprah, quando foi contratado para ajudá-la a vencer uma causa pessoal.

Na ficção doutor Phil inspirou a criação de Jason Bull (vivido pelo lindo, charmoso, divertido, homem dos sonhos Michael Weatherly, eternamente o Tony Dinozzo de NCIS), fundador de uma das empresas mais bem-sucedidas de assessoria e preparação jurídica.

Em sua empresa, a Trial Analysis Corporation, Bull conta com uma equipe notável de especialistas que o ajudam na tarefa de dar forma, até o último detalhe, às narrativas de seus clientes submetidos a julgamentos. Da criação de um júri espelho ao escolhido para o julgamento a avaliação das roupas e corte de cabelo usados pelo réu, eles tentam criar ações objetivas para percepções totalmente subjetivas.

São eles: seu engenhoso ex-cunhado Benny Colón (Freddy Rodríguez de The Night Shift, Six Feet Under e Ugly Betty), um advogado que atua como defensor nos julgamentos simulados da empresa; Marissa Morgan (Geneva Carr de Law and Order: Criminal Intent), uma especialista em neolinguística do Departamento de Segurança Nacional; a ex-detetive do Departamento de Polícia de Nova York Danny James (Jaime Lee Kirchner de Necessary Roughness e Mercy), uma investigadora dura e altamente confiável; a hacker Cable McCrory (Annabelle Attanasio de The Knick), uma millenial arrogante, encarregada de coletar toda a informação cibernética possível; e Chuck Palmer (Chris Jackson de Oz, The Good Wife e Moana), um estilista e ex-jogador de futebol americano, a cargo de tudo relacionado com o aspecto visual e estético dos clientes no momento do julgamento.

Enfrentando julgamentos de alto risco, com todas as probabilidades contra, a fórmula BULL – um notável conhecimento da natureza humana, três PhDs e uma equipe de primeira classe – gera estratégias vencedoras para inclinar a balança em benefício de seus clientes.

BULL  é produzida por Mark Goffman, Paul Attanasio, Phil McGraw, Steven Spielberg, Justin Falvey, Darryl Frank, Jay McGraw e Rodrigo Garcia e, nos EUA, é exibida pela CBS, alcançando a primeira posição na audiência e garantindo a segunda temporada fácil, fácil.

No episódio de estreia, The Necklace, o doutor Bull é contratado por um milionário que tem seu filho acusado do assassinato de uma garota que traficava drogas em sua escola. O caso serve como ótimo veículo para mostrar as habilidades de sua equipe – bem como a infinidade de recursos tecnológicos de que dispõem – para garantir que o rapaz tenha uma chance real de escapar de um “linchamento” pelo júri. Claro que o advogado de defesa não se sente nada a vontade com o “circo” armado pelo pessoal, mas como a gente também não morre de amores por ele, bem, a gente torce pelo pessoal da Trial, não é mesmo?

Os episódios seguinte tem direito a preconceito contra mulheres, escândalo, roubo de patentes, negligência médica e uma confissão obtida pelos meios errados. Aqui entre nós: o que não falta é assunto.

BULL estreia nesta quinta, 20 de Abril, na faixa das 23h15 no Canal A&E – sim, eu sei, bem que podia ter legenda…. ¯\_(‘_’)_/¯

P.S. Bônus: fãs de NCIS podem encontrar algumas frases que Bull e Dinozzo compartilham.

P.S. do P.S. Pensei muito em Lie To Me. Gostava? Provavelmente gostará de Bull.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *