Discovery estreia minissérie que examina relações entre elementos místicos e nazismo

Nesta segunda-feira, 13 de fevereiro, às 23h10, o Discovery examina como o misticismo e diversas crenças no sobrenatural foram componentes das estratégias nazistas para a construção e difusão da ideologia totalitária, com a estreia da minissérie O Ocultismo Nazista (Super Nazis).

Os três episódios recorrem a depoimentos de autores e acadêmicos dedicados à história da Segunda Guerra Mundial, bem como a informações biográficas sobre os principais oficiais de Hitler, para análise da simbologia nazista – a composição das cerimônias, os sentidos de ritos, vestimentas, brasões, insígnias e formalidades que conciliavam a aura de austeridade e referências saídas de diferentes fontes místicas.

São especialistas ouvidos pela produção: Dr. Martin A. Ruehl, palestrante da Universidade de Cambridge, Raymond Sickinger, professor de história da Providence College, e Paul Roland, autor de “Nazis and the Occult”.

Passados mais de setenta anos da derrocada de Hitler, a história ainda se pergunta como o nazismo foi estruturado. A atração mostra que o sentido místico atribuído à suposta missão do Partido Nazista pode estar entre as respostas que permanecem ignoradas nos estudos sobre a Segunda Guerra Mundial.

Imagens, entrevistas e vídeos de época são recuperados e também utilizados na minissérie com propósito de análise. Dramatizações recriam eventos cruciais da queda do Partido, como a captura de Heinrich Himmler, considerado um dos pilares do regime que atuou diretamente na criação de uma causa nazista. O primeiro episódio se inicia com foco na excentricidade ocultista de Himmler e suas crenças messiânicas sobre o nazismo.

Astrologia e reencarnação compunham o apanhado de referências nas quais o líder da Schutzstaffel (SS) acreditava. Paradoxalmente, a mente que comportava o sincretismo também concebia a existência de uma raça pura, nascida de uma origem mitológica, que forneceria os melhores soldados para seu exército. O primeiro episódio recorre a documentos, cartas e arquivos para mostrar como os nazistas endossaram Himmler e trabalharam no projeto da raça descrita por ele como pura e superior.

No segundo episódio, a atração mostra como Hitler usou a crença católica a seu favor, transformando a bíblia e a figura de Jesus em recursos valiosos. No episódio final, a minissérie revela que os principais oficiais do partido nazista, incluindo Hitler, recorreram a gurus, astrólogos e videntes.

Serviço
O Ocultismo Nazista (Super Nazis)
Estreia: segunda-feira, 13 de fevereiro, às 23h10
Classificação indicativa: 14 anos

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *