Castle: Much Ado About Murder (8×20)

“Tipe. Tipe. Tipe.” – Richard Castle, não sei se mais feliz por ter um roteiro bem desafiante para escrever ou se pelo fato de que El Oso não vai mais matá-lo. Qual a sua aposta?

E, aproveita e me diz também: tem menina mais fofa na televisão que a Sara Grace? Heim?? O que foi o “uncle Javi!!” dela?

castle much ado about murder 8x20 s08e20

E pronto. Era isso que eu tinha a dizer sobre o episódio. Ah, isso e o fato de que eu ri demais com Ryan pai neurótico e com Martha sendo encontrada na cama da vítima para desespero do Castle – eu sabia na mesma hora que ela apenas estava sendo a professora de teatro dele.

Achei bobo o fato da moça acabar por matar o ator pela perda da oportunidade de dirigir um filme. Mesmo que o rapaz fosse muito ruim e acabasse com a peça dela. Pior: ela ainda não tinha estreado, tirasse o cara da peça e pronto. Juro que existem mais de meia dúzia de atores não tão ruins que sabem as falas de Hamlet de cor.

E achei absurdo demorarem tanto tempo para descobrir que Castle estava desaparecido.

P.S. Na próxima segunda o AXN exibe os dois últimos episódios de Castle na sequência. Eu nem havia me tocado que já tínhamos ido tão longe. Definitivamente essa não será uma temporada para ficar na memória.

P.S. do P.S. Já a cena de Ryan e Sara Grace, bem, essa a gente não esquecerá jamais, não é verdade?

 

PS. do P.S. do P.S. Nathan Fillion interpretou Dogberry em uma versão de Much Ado About Nothing dirigida por Joss Whedon.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *