The Mysteries Of Laura: The Mystery of the Ghost in the Machine (2×08)

Eu estou sendo repetitiva, eu sei. Passo dois parágrafos falando de como gostei da investigação e de como a intuição de Laura é daquelas coisas ótimas de se ver, mas acabou falando mesmo da minha torcida atual para que Jake e Laura voltem a ser um casal de uma vez – ainda que eu não tenha gostado nada nada de ter lido algo sobre um edema cerebral naquele e-mail…

Sim, e-mails, chats, servidores, hackers  foram as questões do episódio que começou com o assassinato de um pretenso ladrão de carros que acabou revelado em um policial infiltrado. E eu sei que as coisas poderiam parecer confusas, mas não é que eles conseguiram amarrar tudo direitinho?

E ainda tivemos vários bônus: soubemos mais do passado de Billy, que trabalhava infiltrado antes de chegar a homicídios, Meredith pode mostrar o quanto é boa na “perseguição” tecnológica e Laura pode mostrar para Santiani que não é preciso ser sacana nem implacável o tempo todo para que as coisas funcionem direito. Santiani tem se mostrado mais disposta a ouvir sua equipe e acho que essa última jogada da Laura pode fazer com que isso funcione ainda melhor.

Mandou muito bem Laura.

A descoberta de que a morte do policial, e a quase morte de Billy, foi causada por um adolescente que não sabe ser um humano decente não foi nada decepcionante, apenas refletiu a triste realidade atual em que esses garotos na internet podem ser piores que muito bandido da antiga porque eles simplesmente acham que podem tudo.

Na verdade o roteiro merece pontos extras por ter refletido tão bem o que acontece de verdade quando um “troll” resolve perseguir alguém a qualquer custo.

Agora, voltando a falar de Laura e Jake: que ele, por favor, não esteja mentindo para ela depois dela deixar claro que está se esforçando e muito para confiar nele de novo.

The Mysteries of Laura The Mystery of the Ghost in the Machine 2x08 s02e08

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *