The Blacklist: Alistair Pitt (No. 103) (3×13)

Um tanto decepcionada. Quem me conhece sabe do meu amor por Tony Shalhoub – assisti Pequenos Espiões por causa dele! – e imagina a expectativa de vê-lo em cena com Red, então pode imaginar que a escassez de cenas dos dois me deixou um tanto decepcionada.

Um tanto emocionada. Red é um homem de sentimentos profundos, então só posso imaginar sua dor pelo que aconteceu com Josefine, de quem até ontem nem sabíamos a existência. Red se apaixonou, se entregou, e viu a mulher que amava ser surrada quase que até a morte porque um homem fez dela uma peça num jogo de poder.

Um tanto preocupada. Gina está de volta. Tom não pensa direito e resolve que precisa ter dinheiro para fugir com a Liz. A Liz que mesmo quando teve a oportunidade de sumir graças ao dinheiro e influência de Red escolheu ficar e lutar para ser inocentada, que se ressente do fato de não ser mais agente do FBI e se agarra a oportunidade de ser uma consultora para eles com todas as forças. Que escolhe colocar seu filho para a adoção do que fugir com ele para que ele não seja afetado pelo que foi feito de sua vida ou pela influência de Red.

A grande verdade é que colocar tanto de Tom e seu reencontro com Gina no episódio foi um tiro que saiu pela culatra, já que acabou deixando pouco tempo para a trama de vingança de Red. A bem da verdade nem a trama de vingança funcionou tão bem já que gastaram tempo desnecessário com o casamento que estava sendo arranjado por Alistair.

A cena de Red com Alistair e de Red com Josephine são as melhores partes do episódio, só que são muito pouco para salvá-lo da chatice. Principalmente faltou mais da história de Red com Josephine para que a motivação de Red por sua vingança realmente nos envolvesse.

Uns minutos gastos no início do episódio, talvez? Ou a introdução de Josephine em um diferente episódio para conhecermos mais da história dos dois e então a vingança? Sim, acho que esta segunda opção teria funcionado bem.

Definitivamente Alistair e Red mereciam um episódio duplo, pelo menos.

The Blacklist Alistair Pitt 3x13 s03e13

Músicas do Episódio

Demon Days – Robert Forster

Clair De Lune – Claude Debussy

Carmen Suite No. 1: II. Intermezzo -Georges Bizet

Douce Nuit – Mark Ford

P.S. Tá, adorei as cenas do Alistair com os seus cães. Se eu falo com a minha, nada mais normal do que ele pedir conselhos aos dele.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. muito decepcionada, queria tanto o Red e Alistar numa cena cheia de falas e não foi

    mas que diacho de ideia a Liz tem na cabeça ? se ela acredita que a criança com ela ira sofrer por toda história de sua vida, então parti para adoção mas quer acompanhar a vida da criança … mas não continua sendo a mesma coisa ?

    se quer mesmo que a criança tenha uma vida melhor tem que fazer como a Scully fez em Arquivo X … ora bolas !!!

    só dizendo que foi uma ideia de jericó esse da Liz !

    Responder

    1. Não foi frustrante???

      Falando da Liz: sim, você tem razão, acabei não falando disso! Ideia dela horrível, ainda mais considerando que a fama dela anda péssima. E o Tom com a ideia da fuga. Os dois sem cabeça.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *