NCIS: Viral (13×06)

Episódios de Halloween em NCIS sempre ficam entre os meus preferidos, mesmo quando a história não me agrada tanto, porque significam que teremos o laboratório da Abby adequadamente preparado para a data e, se der sorte, uma fantasia muito bem escolhida. Desta vez faltou a fantasia, mas fiquei completamente apaixonada pelas aranhas assassinas (sim, fiz busca no Google para ver se conseguia algumas para mim para o próximo Dia das Bruxas).

NCIS Viral 13x06 s13e06-001

E o episódio também teve uma trama boa ao colocar como pano de fundo para a morte de um marinheiro uma denúncia de abuso de duas marinheiras, mas isso só depois de termos gastos alguns minutos com a teoria de que ele simplesmente havia sido vítima de um assassino em série.

Para ir de uma teoria para outra, ajudou bem o fato do verdadeiro assassino em série já estar em poder da polícia quando a morte do marinho aconteceu.

Tudo continuaria simples não fosse o fato de em momento algum conseguirmos comprar a ideia de que o marinheiro morto teria sido responsável por tirar fotos indevidas das marinheiras. Claro que eu desconfiei logo de cara do comandante delas, talvez influenciada por um episódio recente de Law&Order SVU com temática bem parecida, mas quando o super dedicado super amigo super preocupado advogado.

Impossível não achar que ele era bom demais para ser verdade…

Mas o episódio não foi somente sobre isso, tivemos Bishop enfrentando o medo de perder o marido, com quem ela andava tendo problemas, e Abby resolvendo que ela, Bishop e Delilah formam um trio invencível – e, olha, acho mesmo que essas três são uma equipe e tanto – com direito a anéis combinando. Já falei que eu amo a Abby?

P.S. Tony e a coceira. A coisa foi tão bem feita que eu comecei a sentir coceiras pelo pescoço só de olhar para ele.

P.S. do P.S. MacGee e Delilah usando código binário para conversar: cotação cinco corações.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta