Hannibal: Primavera (3×02)

O quanto você pode se aproximar da loucura sem realmente enlouquecer? Eu fiz esse questionamento mais de uma vez na temporada passada de Hannibal, quando víamos Will Graham definhando a olhos vistos enquanto ele se tornava o melhor amigo, a sombra de Hannibal e nos escondia que isso era apenas parte do plano para pegar o assassino.

Pois em Primavera Will é a primeira das vítimas do episódio final da temporada passada que ressurge vivo. E a pergunta do primeiro paragrafo continua válida: teria Will ido longe demais?

Passamos parte do episódio confusos com a ideia de que Will teria escolhido Abigail para acompanhá-lo em sua busca européia por Hannibal – não motivada pela imagem de Bedelia em uma câmera, mas pelas conversas de Will e Hannibal no passado.

Na verdade Abigail está em Will, sempre estará. E a produção usa isso para trazer de volta o colorido das temporadas anteriores no bonito, ainda que dolorido, recuperar das cenas finais. O sangue de Will e Abigail, o veado caído.

Não sei se essa será a única vez que retomaremos essa cor e essas cenas, acredito que quando Jack voltar o mesmo recurso será repetido, mas ela foi importante para preencher o vazio do que teria sido o período de recuperação do agente.

Hannibal Primavera 3x02 Will

Will pode então viajar para a Itália e encontrar um corpo na igreja citada por Hannibal. Assim como o pessoal da polícia local eu também acharia estranha a coincidência entre a chegada dele a o aparecimento do corpo, não fosse o fato de um deles ter tido um encontro prévio com Hannibal, 20 anos antes, quando o assassino era conhecido pela alcunha de “Il Monstro”.

Entre os devaneios de Will – sua conversa com a Abigail em sua mente, sua conversa com o policial, ele se deixando levar para entender o que aconteceu com o corpo na igreja – estamos sempre a procura do que pode salvá-lo, do que o fez tomar a decisão de não continuar ao lado de Hannibal.

Mas esse “o que” estremece quando Will, no subsolo da igreja, sabendo que Hannibal está lá, ainda que ele não o veja, diz a ele que o “perdoa”. Uma amostra para Hannibal do quão consciente ele estava quando foi abandonado no próprio sangue? Uma mensagem de paz?

A fascinação e a proximidade de Will e Hannibal é o que o leva mais perto da loucura. Seu desejo de justiça o que o afasta.

Quanto tempo ele conseguirá caminhar entre essas duas forças? Não sei.

P.S. O Primavera do título do episódio refere-se, adequadamente, ao prato Pasta Primavera, um prato de massa com vegetais que algumas vezes pode ser usado para abrir refeições no lugar da salada.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta