Supernatural: Reichenbach (10×02)

Poxa, que pena que a relação BFF de Dean e Crowley tenha acabado tão rápido! Ainda bem que existem as lembranças…

Supernatural Reichenbach s10e02 10x02 Dean Crowley

Só que a relação estava mesmo predestinada a não ir longe, afinal estamos falando do rei dos infernos e de um cara que, mesmo carregando a marca e a arma de Caim, continua sendo bom. Por mais friamente que ele tenha matado o tal marido disposto a dar sua alma apenas para ver a esposa morta, ele ainda estava fazendo “o menos ruim” que podia.

Confesso que eu nem consegui achar que ele estava errado quando deu uma lição ao tal fuzileiro – que descobrimos ter passado a vida em busca de vingança depois de ter o pai morto e ter visto Dean junto do corpo – simplesmente porque ele não tinha outra coisa a fazer: o cara não ia desistir do seu intento e o Dean não ia lembrar dessa morte em meio há tanto tempo de estrada pra sequer poder se justificar.

Bom, ele não ia tentar se justificar mesmo a esta altura.

Em paralelo, que eu esqueci de citar no episódio passado, temos Castiel a beira da morte. Ao que parece graças roubadas tem data de expiração rápida e ele paga pelo tanto que andou aprontando nesses últimos anos. Castiel está mais humano que nunca e

Só doeu quando ele disse que o carro era só um carro.

Questão é que agora Dean está nas mãos de Sam – Samantha, ri muito – que deve tentar  com ele o que tentou com  Crowley no passado. Mas algo me diz é que apenas a vontade própria do Dean de voltar faz alguma diferença aqui.

P.S. Jensen cada dia mais lindo. Cada dia melhor ator.

P.S. do P.S. Meu marido assistiu a este episódio comigo por acaso e ele já não assiste a série há anos. Preciso falar ada cara dele quando viu Dean demônio?

P.S. do P.S. do P.S. Cole correndo na livraria mais próxima atrás de livros sobre o demônio é daquelas auto-ironias que apenas Supernatural é capaz.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Jensen, amor eterno, amor verdadeiro. <3

    Também queria que o bromance com o rei do inferno tivesse durado mais. Morri de dó do Crowley. 😛

    E sim, o "é só um carro" doeu mesmo.

    Responder

  2. esse celular do Crowley é um album de recordações, tem a foto do beijo com o Bob e agora os momentos BBF com Dean

    poxa doeu muito o Dean desprezar a Baby do jeito que ele fez :/

    e Castiel arrasando corações angelicais desde o começo … hehehhe

    Responder

Deixe uma resposta