Grimm: Heartbreaker (4×16)

Eu demorei um tempão pensando em que imagem escolher para este texto, afinal a história central do episódio foi bem interessante. E diferente, afinal eles tiverem que enfrentar uma wesen que não matava por vontade própria.

Mas as histórias paralelas também renderam bem, assim como as cenas do próximo episódio.

No final das contas eu acabei escolhendo essa aqui, porque eu acho que ela simboliza bem os tempos difíceis que parecem estar chegando:

Grimm: Heartbreaker 4x16 s04e16 Renard

Eu realmente não sei se eu fiquei com mais medo do novo príncipe quando ele disse para a Adalind que Viktor não pode ser o pai da criança que ela espera ou quando ele batia, muito, no Renard. O que eu sei é que a coisa parece que vai ficar feia para todo mundo com sua chegada.

Não que ela já esteja muito fácil: ser uma hexenbiest tornou a Juliette bipolar? Eu cheguei a ficar na dúvida se era ela mesma chegando em casa e falando com Nick daquele jeito. Isso depois dela ter assustado ao Renard mais do que eu já o vi assustado.

Eu já estou torcendo pelo retorno da mãe dele porque, olha, ele está precisando.

Voltando a trama central: outro caso em que eu fiquei com mais medo de quem era boazinha e não de quem era bandido, no caso a avó da garota que achava que queimar o rosto dela era a única alternativa.

Aquele caso em que Hank e Nick chegam na hora H e, graças a Rosalee, com uma solução menos dolorosa.

Eu confesso: eu sorri do coração quando vi a garota com seu novo namorado, que não ligava nem um pouquinho para a pele que ela acabou ganhando com o feitiço.

P.S. E-mail da Trubel, isso significa que ela está voltando?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta