Supernatural: Remember the Titans (8×16)

Tá, eu vou dizer pra vocês: preciso pegar leve com meus textos contra Once Upon A Time – já não são textos “sobre” a série faz tempo, né? – porque, vamos combinar, o que eu critico lá eu sempre perdoo em Supernatural. E daí que agora os meninos estão enfrentando até deus grego, minha gente? Eu me divirto tanto que nem ligo para a coerência. Conclusão é que Supernatural é amor verdadeiro e Once Upon A Time foi paixão de verão que não subiu a serra.

Supernatural Remember the Titans (8x16)

Porque quem ama o feio, bonito lhe parece, e eu vibro com os meninos vasculhando a biblioteca do novo lar deles e encontrando o símbolo capaz de manter um deus grego preso, e não qualquer um, mas Zeus em pessoa; com Sam conseguequindo dobrar Ártemis só na base do palavreado, enquanto Dean fazia careta, e, ao final, com o filho de Prometheus sendo salvo. porque Sam conseguiu colocar Artemis contra o pai e porque Prometheus foi mais esperto que o deus dos deuses. Vibro mesmo. Até porque depois disso tudo o Dean mandou o irmão largar de frescura e comer hambúrguer.

Diria eu que a série vive sua melhor fase depois da mitologia inicial que terminou no quinto ano.

Além disso, depois de quase oito anos perseguindo todo tipo de monstro a gente precisa dar certa liberdade para os meninos se não a coisa vai ficar chata mesmo, tudo se repetindo. E um deus grego amaldiçoado a morrer todos os dias é incrivelmente mais interessante que mais um zumbi comedor de cérebro – mesmo com os meninos tendo aberto a discussão de que nem todo zumbi come cérebros.

P.S. Deus grego, mas com conhecimentos Jason Bourne de luta. Perfeição é isso.

P.S. do P.S. Tá, o Zeus dos meninos não era um Liam Neeson ou um Sean Bean, mas ainda tinha presença.

P.S. do P.S. do P.S. Mais alguém achou que Prometheus aceitou fácil demais essa história de ser deus grego?

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Pobre Dean chamando por Castiel. Ele realmente está preocupado com o Sam. Além disso, é interessante pensar que ele só baixa a guarda dele com o Cass, não é mesmo?

 

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

3 Comentários


  1. Simone fiquei o episódio todinho querendo me lembrar de onde conhecia a mulher (mãe do garotinho) …. e vc irá se lembrar dela também, ela foi a advogada do Charlie Crews em LIFE (a série do Damian Lewis e Sarah Shahi)

    e olha eu me encontro no grupo das apaixonadas … nada irá me tirar de ver qualquer episódio dos brotha Wincheters

    Responder

Deixe uma resposta