Castle: Kick the Ballistics (04×04)

Desde a primeira vez em que assisti Castle uma coisa que me chamou a atenção foi o tal elenco de apoio, aquele pessoal que não é protagonista, mas também não está de passagem. Além de adorar todos que apareciam na série, a integração entre eles era daquelas coisas deliciosas de se ver.

Então, ter um episódio centrado em Ryan, pra mudar um pouquinho o formato-de-todo-dia, também foi muito legal. Vê-lo saindo do sério e depois conseguindo tomar as decisões certas, mesmo quando a gente não tinha certeza de que eram as certas, foi ver um outro lado dele e eu curti bastante – além do que, depois de três anos inteiros, a gente precisa mudar o foco de vez em quando.

Além disso, mesmo o foco não sendo algum drama de Becket (algo que é recorrente), o episódio mais uma vez focou na união da equipe. Dessa vez a chefe de polícia coloca Ryan pra escanteio e nenhum deles, nenhum mesmo, pensou duas vezes e correu para ajudar de alguma forma.

Sim, eu sei, rola um desapontamento porque o início dá a entender que vamos avançar na história do assassino em série 3XK, que conseguiu escapar lá no começo da terceira temporada, e acabamos tendo uma história totalmente diferente. Mas o desapontamento passa rapidinho quando temos um trama em que um rapaz é capaz de enfrentar não só a máfia, mas seu próprio irmão, para fazer a coisa certa.

Sim, eu sei, eu sou um tanto idealista demais.

Além disso, foi sensacional ver Ryan e Esposito com mais tempo de tela, não foi mesmo?

P.S. Alexis vai tentar Stanford de novo, boa garota!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

4 Comentários


  1. Eu gostei tanto desse episodio…..e nem sei falar o porque….a união, o companherismo, o crecimento do Castle como policial,enfim tanta coisa junta que soma meu amor por Castle

    Responder

      1. Eles demoram demais…..jesus…..o ciumes está ali, o amor está ali…..o que impede????O medo…..affffffffff

        Responder

Deixe uma resposta