Brothers And Sisters: Where’s There Smoke… (04×21)

Não é porque a gente é fã que a gente vai deixar de falar quando as coisas não funcionam, não é mesmo?

Quando falei sobre o último episódio eu atribui a falta de paixão que tive para com ele ao fato de ter amados os episódios anteriores e ele ter perdido na comparação. Mas não foi só isso não e este aqui é a prova disso.

Talvez seja o final de temporada, sempre longa, mas esse foi outro que não me empolgou apesar de vários fechamentos satisfatórios. É como se as histórias tão emocionantes ao longo da temporada perdessem parte de seu fôlego e agora os encerramentos não ficam a altura.

Vejamos:

Kevin e Scotty e o bebê. Eu realmente ficava aflita com o vai não vai da barriga de aluguel, as dúvidas, as incertezas. De repente Kevin é um reclamão sem emprego e os dois vão parar em uma cartomante para descobrir seu futuro. Tá, a parte da cartomante até teve sua graça, mais pelo fato dela não dizer exatamente o que aconteceria e ficarmos que nem os dois tentando adivinhar qual acontecimento é exatamente aquele que ela tinha mencionado (a cena dos dois olhando para a cozinha destruída de Nora é a melhor), mas os dois escolhendo nomes em um livro nem tanto.

Sarah e Luc: tá, deu. Adoro Sarah, sempre foi a favorita, mas essas inseguranças dela a esta altura, depois de Luc quase deixar o país por conta da campanha de Kitty, não tem mais lugar. Ah, assisti ao episódio seguinte e aviso: só piora.

Kitty e Robert: a não ser que Robert se torne um contra-espião que evitará o fim do mundo como o conhecemos, bem, não to nem aí. Tanto segredo da esposa, logo ele, que por conta da campanha saiu investigando a vida de todos…

Valeu por Norah e sua mãe terrível. Na verdade valeu pela cena final, quando a mãe fala de Norah como ela não estivesse lá e ela finalmente consegue perceber que a mãe também aprova sua vida, apesar de sempre reclamar horrores. Avaliando bem, não importa em que momento da vida estamos, a aprovação de nossos pais é algo tão importante, não é mesmo?

E, finalmente, Justin. Que eu chamei de mala a temporada toda e que me encantou nesse episódio – enquanto Rebecca mala quer comprar uma casa mesmo sabendo que o marido nem está perto de terminar a faculdade e menos ainda perto de um emprego. Santa falta de noção, Robin!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

4 Comentários


  1. simone eu nao me surpreendi tao negativamente com esse episodio. vindo de uma temporada tao fraca, arrastada e ruim os desfechos estariam longe de serem satisfatorios mesmo. pra mim foi mais um episodio fraquissimo.

    agora q vc me contou da partida de rebecca to largando de vez brothers and sisters. devo ver os eps finais dela na prox temp e chega de walkers. aff nao aguento mais esse povo rsss

    pior q nao sao nem 22 eps nessa temp ne. tem mais eps hehe

    Responder

    1. Marquinho, eu já disse que nem vou mais discutir B&S com você porque você não é fã do seriado, você é fã da Emily! Eu amei essa temporada e achei esse episódio fraco sim frente aos demais.

      Responder

  2. Não concordo com o Marquinho, (e acho que vc também) achei esta temporada divertida e dramática na medida certa. Temporada arrastada? com tantos acontecimentos? Pode até achar ruim, não gostar dos enredos, etc mas arrastada? Bem, cada qual com sua opinião.

    Também estou irritada com a Sarah, se ela ama tanto Luc, e parece que ama, porque não casar? Ora, que coisa mais incoerente!

    Não concordo quando vc fala do Justin, não o acho mala e acho que ele e Rebecca formam um casal bem bonitinho, lamento a saída da atriz. Mas, novamente, opinião, quando um tem a sua.

    Realmente, este foi dos épisódios mais chatinhos da temporada.

    Responder

    1. O problema do Marquinho, Ivonete, é que ele só assiste Brothers And Sisters por causa da rebecca, por gostar da atriz desde Everwood. A gente assiste porque gosta do seriado.

      Eu adorei essa temporada, tanto quanto a anterior, e esses dois últimos episódios foram os que achei mais fraquinhos, mas não ruins.

      Eu gostava muito do Justin até o começo dessa temporada, aí ele e a Rebecca começaram a brigar tanto que perdi a paciência, sabe?

      Responder

Deixe uma resposta