CSI: A La Cart (8×02)

Well, well, well… Você sabem que não curti muito o primeiro episódio dessa oitava temporada. O segundo até que melhorou o clima geral, mas não me tirou a impressão desconfortável de que eles cansaram. Não são os roteiristas não, acredito que muita história nova ainda possa ser usada no seriado, uma prova disso é a maravilhosa quarta temporada que CSI NY está tendo, mas eu olho para CSI e tenho a impressão de que todos eles, começando pelo Grissom, estão cansados, querem algo novo…

O segundo episódio prometia: um crime em um restaurante onde as luzes ficam totalmente apagadas, onde os garçons são cegos. A idéia já é interessante por si só, e nos leva, mais uma vez, a pensar: cara, esses americanos tem cada uma!

A investigação desse caso, com Catherine e Warrick como condutores e com Brass usando o melhor de sua ironia foi legal. O segundo caso também não foi dos piores, uma cabeça encontrada rolando em uma das estradas que cortam os desertos de Nevada, mas o conjunto desagradou… Quem sabe pelo finzinho sei lá entende da equipe andando de kart e a ceninha de casal de Grissom e Sarah…

CSI S08 E02

E o engraçado é que não vai faltar gente dizendo que esse finzinho do episódio foi ótimo. Ainda bem que liberdade de escolha existe, então não adianta tentar me fazer pensar diferente.

Confesso: eu tava esperando uma participação maior de Melanie Paxson, de quem gosto demais, talvez pela sua cara de maluca constante, ou como ela consegue fazer os comentários mais absurdos  como se estivesse falando assim, coisas do dia a dia.

Bom, em resumo: o caso do restaurante teve um final bem, um, desconcertante, para dizer o mínimo, ao descobrirmos que tudo não passou de vingança de um dos garçons, antigo namorado da proprietária, que se sentia humilhado por ela agora ter sucesso com o restaurante e ele ter de se submeter a ser garçom. Ao invés de matá-la (melhor ainda teria sido seguir com a vida dele) ele prefere matar um cliente importante, claramente inspirado pelo dono da revista Playboy.

Do outro lado, o restante da equipe busca o resto da cabeça encontrada. Confesso,  falhei ao acompanhar esse, ou eu estou me tornando uma má espectadora ou o cansaço da equipe saiu da tela e me contagiou. Mas tudo bem, eles acabam descobrindo que o rapaz morto estava envolvido em corridas de kart, dando um banho nos concorrentes. Consequência? Suspeitos aparecem, Grissom tem chance de brincar com um boneco de gelatina e todos descobrem que tudo não passou de acidente. Cansativo ou não?

Depois e Eckley passar o episódio atrás de Grissom e Sarah para tirar a limpo o romance dos dois ficamos sabendo que Sarah resolveu pedir transferência, não entendi se para outra cidade ou de horário, e temos Grissom correndo de kart com seus colegas de equipe com Sarah assistindo. Meio clima de despedida né?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário

Deixe uma resposta