Cinema: PéPequeno

Na aldeia dos Yetis existem algumas regras e a principal delas é: quando tiver uma pergunta, deixe para lá. Afinal, as pedras dos antigos tem todas as respostas.

Pelo menos até Migo errar o alvo e acabar encontrando um PéPequeno de verdade. E se a pedra que diz que um PéPequeno não existe está errada, qual mais estará? O que acontecerá com a cidade de Yetis no ponto mais alto do Himalaia?

Essa é a premissa de PéPequeno, animação que chega aos cinemas nesta quinta, dia 27 de setembro.

Com um ponto de partida inspirado – que fala de medo do que não se conhece e perguntas que não fazemos – o longa da Warner Bros. Pictures tem charme, visual caprichado e bom humor. Pacote completo pra agradar adultos e crianças.

O longa, baseado na história Yeti Tracks do animador Sergio Pablos, encanta e diverte, com direito a bastante comédia física, ainda que fique devendo um tanto nas canções originais – algo compensado com uma ótima versão para o sucesso Under Pressure.

Mas seu maior acerto é seu roteiro: sem “pregar”, o filme fala sobre questionar as instituições previamente aceitas e não temer o diferente só porque não se entende, tudo isso de forma lúdica, emocionando em mais de um momento.

Além disso, aborda a alegria de se aprender algo novo, ou se ter coragem para se atirar no desconhecido, a importância de acreditar em si mesmo e, claro, sobre como amigos são importantes em tudo isso.

Tudo isso com um colorido inspirado pelas vistas nevadas do Himalaia cobertas de nuvens, usando tons de cinza, branco e violeta de forma mágica – afinal, uma cidade habitada apenas por Yetis só pode ser mágica.

No Brasil, o humorista Wellington Muniz (Ceará) dá voz ao personagem Thorp, filho do líder da vila e um seguidor de regras nato. Além de Ceará, o elenco de voz brasileiro conta com Marcelo Garcia como Migo, Ana Elena Bittencourt como Meechee, Raphael Rossatto como Percy, Guilherme Briggs como Gwangi, Flavia Fontenelle como Kolka, Luiz Carlos Persy como o Guardião da Pedra, Mckeidy Lisita como Fleem, Ronaldo Julio como Dorgle, Pamella Rodrigues como Brenda e Philippe Maia como Gary.

Pequeno é dirigido por Karey Kirkpatrick, diretor vencedor do prêmio Annie por “Os Sem-Floresta” e indicado ao prêmio Annie pelos roteiros de “A Fuga das Galinhas” e “James e o Pêssego Gigante”. O filme é produzido por Bonne Radford (“George, o Curioso”), Glenn Ficarra (“Cegonhas – A História que Não te Contaram”, da série de TV “This is Us”,) e John Requa (“Cegonhas – A História que Não te Contaram”, da série de TV “This is Us”). Os produtores executivos são Nicholas Stoller, Phil Lord, Christopher Miller, Jared Stern, Sergio Pablos e Kirkpatrick. A equipe criativa inclui o editor Peter Ettinger e o compositor Heitor Pereira. A animação é realizada pela Sony Pictures Imageworks.

O filme estreia nos cinemas brasileiros a partir de 27 de setembro de 2018.

Da Warner Bros. Pictures e Warner Animation Group, Pequeno será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *