Criatividade é o que se usa para construir pessoas

“No futuro, a forma COMO educamos nossos filhos pode ser mais importante do que QUANTO educamos nossos filhos.” – Alan Blinder

” A primeira, e mais importante, capacidade que você pode desenvolver num mundo plano é a CAPACIDADE DE APRENDER A APRENDER – Para absorver constantemente, e ensinar a si próprio, MANEIRAS NOVAS DE FAZER COISAS VELHAS ou maneiras novas de fazer coisas novas. … Neste mundo, não é apenas o que você sabe, mas como você aprende o que vai diferencia-lo. Porque o que você sabe hoje estará desatualizado mais cedo do que você pensa.” – Thomas Friedman

As duas citações acima são do livro O Mundo É Plano – uma vez já disse aqui que, mais que um livro empresarial, sugerido em dez de cada dez listas das revistas de negócios e que consta desta classificação nas livrarias, este é um livro para se levar por toda a vida, em tudo o que você faz – e demonstram claramente a necessidade das pessoas de mudar a forma como encaram o aprendizado nos dias de hoje.

Em um tempo em que as crianças recebem um absurdo número de informações desde de muito cedo, a chance de que uma criança se desinteresse do aprendizado é muito grande. A forma como elas absorvem esse aprendizado e a forma como elas veem o mundo é diferente da forma com que as crianças o faziam quando o sistema de ensino foi criado (bem mostrado em um vídeo que compartilhei há algum tempo no twitter e que você acessa aqui).

Mas uma coisa não mudou: quando a curiosidade é despertada o aprendizado se torna brincadeira e tudo flui de forma mais interessante. A criança entende que está descobrindo o mundo e, com isso, carrega consigo um conteúdo muito mais rico.

E qual a forma de conseguir isso? Normalmente é preciso CRIATIVIDADE e é por isso que eu fiquei hiper feliz ao ser convidada pela Pritt, na figura da madrinha do projeto,  a Samantha, para participar de uma Oficina de Colagem na Estação Ciências da USP.

A oficina rolou no último sábado e contou com a participação do artista plástico Silvio Alvarez, cujas obras em colagem são realmente inspiradoras. Eu, Carol e o maridão colocamos a mão na massa (na cola, a bem da verdade), e criamos nossas obras aproveitando revistas velhas. E quem pensa que revista velha só serve para a reciclagem a oficina mostra que dá para fazer coisas lindas lindas com o material. Você pode ver as minhas fotos da oficina aqui.

O trabalho não acaba aqui: é importante participar do aprendizado não somente em casa, mas envolver a escola, compartilhar sua forma de ver o mundo, participar ativamente. Além dos ganhos evidentes no aprendizado, a gente fica mais próximo de nossas crianças, o que sempre é delicioso. Ser, efetivamente, um embaixador desta causa!

Se animou? A Pritt está no Facebook, Twitter, Flickr (excelentes fotos do evento) e blog, dando ideias, recebendo ideias, numa troca muito gostosa e muito rica. Ah, a causa tem até trilha especial, feita pelo Palavra Cantada! Clique aqui para conhecer tudo e encontrar uma forma prazerosa de participar com sua família.

Você pode apresentar as ideias aos educadores dos seus filhos, pode bolar uma oficina com seus filhos e os amigos, pode contar sua história. Vem com a gente!

A Tiffany também falou sobre a oficina, leia aqui. Ah, e o Enzo, filhote mais velho da comadre, apresentou a oficina na Tv Estadão, olha só.

Ó que cara mais boa da minha filhota após a oficina!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

8 Comentários


  1. eu tentei não pensar muito a respeito, senão ia ficar mais triste ainda 🙁 mas ano q vem eu vou com certeza! só falta decidir quando 🙂

    Responder

  2. Comadre, não pude passar aqui antes, mas quero registrar no post minha alegria por ter vc como embaixadora :).
    Sou testemunha do quanto sua relação com a escola e o cotidiano da Carol é verdadeiro e pode ser um grande exemplo da “cola” que une pais, filhos e professores de forma positiva e construtiva, sem nenhum medo de errar, apostando que o amor nos leva, de modo indelével, para o acerto ao final das contas.
    beijos!

    Responder

  3. Oi querida. Obrigado pelo link e pela lembrança de que somos parceiras em mais uma causa nobre que diz respeito aos nossos filhos e às crianças do Brasil, a educação com criatividade e participação dos pais.
    Adorei o post e mais uma vez lamento por não ter estado com vocês e com a @samegui no evento de lançamento.
    Um beijo grande. Ti

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *